|

A eficácia da gestão logística desempenha um papel crucial na busca pela redução de custos no transporte.

Ao explorar as melhores soluções disponíveis, desde tecnologias avançadas até práticas operacionais eficazes, o gestor de frotas consegue insights valiosos para otimizar a operação e aproveitar melhor os recursos.

Como consequência, o negócio se torna mais competitivo no mercado. Mas, quais são as soluções disponíveis e como implementá-las na empresa?

Neste guia, trazemos para você como é possível reduzir custos na logística e quais soluções você pode adotar para alcançar esse objetivo. Continue a leitura para conferir!

O que são os custos na logística

Os gastos relacionados à movimentação de produtos e mercadorias, tanto dentro da empresa quanto destinados ao cliente final, são denominados custos logísticos.

Esses custos abrangem diversas áreas do negócio, incluindo:

  • a aquisição de recursos e matéria-prima;
  • gestão de estoques;
  • transporte;
  • até mesmo encargos e fretes.

Portanto, a redução dos custos logísticos representa um desafio que se concentra na eficácia da gestão e na qualidade dos processos.

Importância da gestão de custos na logística

Ao aproveitar melhor os recursos e cortar gastos, é possível ter uma maior competitividade no mercado.

Isso é possível com o uso de tecnologias, advindas da transformação digital, que contribuem para manter a qualidade do serviço e reduzir custos.

Nesse cenário, para efetivar a organização do fluxo da empresa, é essencial adotar os seguintes pontos:

  • Planejamento: registrar todos os custos fixos e variáveis em todos os setores, identificando áreas para economia.
  • Mapeamento de processos: padronizar e automatizar processos para decisões mais assertivas, otimizando qualidade e eficiência.
  • Integração de sistemas: utilizar sistemas e softwares integrados para proporcionar uma visão abrangente e detalhada dos processos por meio de relatórios e dashboards.
  • Pessoas: contar com uma equipe capacitada para tomar decisões com base nos dados gerados, agilizando a resolução de contratempos e promovendo melhores práticas e estratégias para o negócio.

Desafios da redução de custo para gerente de suprimentos

O gerente de suprimentos enfrenta diversos desafios ao buscar reduzir custos no transporte. Alguns dos principais desafios incluem:

  • Otimização de processos: identificar e implementar melhorias nos processos de aquisição, armazenamento e distribuição de materiais, visando eficiência operacional.
  • Volatilidade de preços: lidar com a flutuação de preços de matérias-primas e insumos, desenvolvendo estratégias para mitigar impactos nos custos de produção.
  • Eficiência na cadeia de suprimentos: garantir uma cadeia de suprimentos eficiente e integrada, minimizando atrasos e desperdícios para reduzir custos logísticos.
  • Seleção de fornecedores competitivos: encontrar fornecedores que ofereçam preços competitivos sem comprometer a qualidade, buscando parcerias estratégicas.
  • Equilíbrio entre custo e qualidade: reduzir despesas sem comprometer a qualidade dos produtos ou serviços, mantendo o padrão necessário para atender às demandas do cliente.
  • Inovação e tecnologia: adotar tecnologias e práticas inovadoras para otimizar processos, reduzir custos operacionais e melhorar a eficiência da gestão de suprimentos.
  • Riscos na cadeia de suprimentos: gerenciar riscos relacionados a eventos inesperados, como desastres naturais ou interrupções na cadeia de suprimentos, que podem impactar negativamente os custos.
  • Sustentabilidade: integrar práticas sustentáveis na gestão de suprimentos, equilibrando a redução de custos com a responsabilidade ambiental e social.
  • Negociação e gestão contratual: habilidades eficazes de negociação e uma gestão contratual sólida são essenciais para obter condições favoráveis com fornecedores e garantir o cumprimento de acordos.
  • Análise de dados: utilizar análises de dados para tomar decisões informadas, identificando oportunidades de economia e monitorando o desempenho da cadeia de suprimentos ao longo do tempo.

Contexto dos custos logísticos no Brasil

No Brasil, o contexto dos custos logísticos no Brasil é caracterizado por desafios complexos.

A infraestrutura de transporte enfrenta deficiências, incluindo estradas e portos congestionados, o que impacta a eficiência da movimentação de mercadorias.

Os custos de transporte são notoriamente elevados devido às extensas distâncias geográficas e à falta de investimentos em infraestrutura.

Além disso, a complexidade tributária e a burocracia aduaneira adicionam camadas adicionais de custos operacionais para as empresas.

A gestão eficiente da cadeia de suprimentos torna-se um desafio devido à necessidade de lidar com regulamentações complexas e custos adicionais associados.

A busca por soluções inovadoras e investimentos em melhorias na infraestrutura são cruciais para superar esses desafios e melhorar a eficiência logística no Brasil.

Estratégias que visam reduzir os custos operacionais e aumentar a eficiência na movimentação de mercadorias são essenciais para as empresas que operam neste contexto logístico desafiador.

Diminuição de custos em relação a queda do nível de serviço

A redução de custos em relação à queda do nível de serviço na logística refere-se à prática de cortar despesas operacionais, muitas vezes à custa da qualidade ou eficiência dos serviços logísticos oferecidos. Isso pode envolver:

  • a otimização de processos;
  • a renegociação de contratos de transporte;
  • a escolha de rotas mais econômicas, entre outras medidas.

Se essas ações não forem gerenciadas de forma adequada, podem impactar de forma negativa a qualidade do serviço logístico.

Ao buscar a redução de custos no transporte, as empresas podem enfrentar desafios, como:

  • atrasos nas entregas;
  • deterioração da integridade do produto devido a práticas de armazenamento inadequadas;
  • a insatisfação do cliente devido a serviços menos eficientes.

É crucial que as organizações busquem equilibrar a redução de custos no transporte com a manutenção de padrões de serviço que atendam às expectativas do cliente. Isso com o intuito de preservar a reputação da empresa e garantir a satisfação do cliente a longo prazo.

Custos de estadia nas operações de transporte

Os custos de estadia nas operações de transporte referem-se às despesas associadas ao tempo em que os veículos de transporte, como caminhões, navios ou aeronaves, ficam parados durante determinadas etapas do processo logístico.

Esses custos podem variar dependendo do modo de transporte e das condições específicas de operação.

Principais custos das transportadoras

No cenário dos custos no transporte, diversos elementos-chave contribuem de forma significativa para os gastos operacionais das transportadoras:

Manutenção da Frota

Despesas relacionadas a serviços regulares de manutenção, reparos e substituição de peças em veículos.

Pneus

Custos associados à compra, manutenção e eventual substituição de pneus, impactando diretamente na eficiência e segurança da frota.

Combustível

O consumo de combustível representa uma parcela significativa dos gastos, sendo essencial gerenciar o consumo e buscar eficiência energética para redução de custos.

Webinar Opentech Como fazer uma gestão inteligente de custos com combustível?

Depreciação

Considera a depreciação do valor dos veículos ao longo do tempo, sendo um fator importante a ser considerado nos cálculos financeiros.

Carga tributária, pedágios e multas

Inclui os custos relacionados a impostos, taxas de pedágio e multas, exigindo uma gestão eficaz para minimizar impactos financeiros.

Gerenciamento de Riscos

O gerenciamento de riscos engloba os custos associados à gestão de riscos operacionais, incluindo seguros, prevenção de acidentes e danos à carga.

Armazenagem

Refere-se aos custos relacionados à guarda temporária de mercadorias, quando necessário, antes do transporte final.

Recursos Humanos

Inclui despesas com salários, benefícios e treinamento de pessoal, sendo essencial para manter uma equipe qualificada e comprometida.

Estabelecer estratégias eficientes para cada uma dessas áreas é fundamental para o sucesso financeiro e operacional das transportadoras, permitindo a otimização dos custos e a maximização da eficiência logística.

Transporte de medicamentos

O transporte de medicamentos requer precauções específicas, algumas das quais já estão definidas nas normas regulamentadas pelos órgãos fiscalizadores, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Alguns dos principais cuidados no transporte de medicamentos incluem:

  • ambiente higienizado;
  • controle de datas de validade e lotes;
  • Armazenamento adequado para controle de estoque;
  • controle de temperatura;
  • organização do controle de estoque;
  • uso de EPIs;
  • treinamento e conscientização.

Inteligência artificial

Encarregada dos procedimentos de escolha de materiais, desenvolvimento de fornecedores, aquisição, formalização de contratos, armazenamento e movimentação de materiais, matérias-primas e/ou serviços, a Gerência de Suprimentos tem como foco prioritário a redução de custos.

Nesse contexto, o cotidiano do gestor é preenchido com atividades como:

  • elaboração de orçamentos;
  • solicitação de cotações;
  • avaliações e seleções, sempre visando obter o menor preço, o melhor prazo e a maior qualidade, conforme os padrões estabelecidos.

Tudo isso é realizado em conformidade com os princípios de compliance e também pode ser otimizado com a ajuda da inteligência artificial.

Nesse cenário, a tecnologia torna as tomadas de decisões mais rápidas e precisas, além de facilitar tanto a gestão de riscos quanto a redução de custos no transporte.

Transporte intermodal

O transporte intermodal é uma estratégia logística eficiente para a redução de custos, ao integrar diversos modos de transporte em uma única operação.

Essa abordagem permite otimizar a eficiência ao combinar diferentes meios, como:

  • rodoviário;
  • ferroviário;
  • marítimo;
  • aéreo.

A escolha do meio de transporte é de acordo com as características específicas de cada trecho do trajeto. Essa flexibilidade oferece vantagens significativas, como a minimização de custos operacionais.

Isso porque pode proporcionar a otimização de rotas e a redução dos prazos de entrega, resultando em uma cadeia de suprimentos mais ágil e econômica.

Técnicas para reduzir custos logísticos

A implementação de técnicas eficientes para redução de custos logísticos é de fundamental importância para as empresas.

Isso porque elas não apenas otimizam a eficiência operacional, mas também contribuem de forma direta para a maximização dos lucros. Essas técnicas abrangem:

Planejamento financeiro

O planejamento financeiro desempenha um papel crucial na gestão de custos logísticos.

Ao estruturar orçamentos, analisar despesas e estabelecer metas financeiras claras, as empresas podem implementar estratégias eficazes para otimizar a eficiência operacional e reduzir custos logísticos.

Telemetria

A telemetria, por meio da coleta e análise de dados em tempo real, oferece uma abordagem inovadora para otimizar os custos logísticos.

Ao monitorar remotamente veículos, ativos e operações logísticas, as empresas podem tomar decisões informadas, identificar áreas de melhoria e implementar ajustes precisos para maximizar a eficiência e reduzir gastos.

Rastreamento da Frota

O rastreamento da frota é uma prática essencial para a gestão eficaz dos custos logísticos.

Ao monitorar a localização e o desempenho dos veículos em tempo real, as empresas podem:

  • melhorar a eficiência das rotas;
  • reduzir o consumo de combustível;
  • aumentar a segurança operacional.

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é uma estratégia-chave para minimizar os custos logísticos relacionados a reparos não planejados.

Ao realizar inspeções regulares e manutenção preventiva em veículos e equipamentos, é possível:

  • prolongar a vida útil dos ativos;
  • evitar falhas inesperadas;
  • reduzir despesas com consertos emergenciais.

Mapeamento e organização de processos

O mapeamento e a organização de processos logísticos são fundamentais para identificar ineficiências e oportunidades de melhoria.

Ao analisar e otimizar cada etapa do processo logístico, as empresas podem:

  • reduzir redundâncias;
  • eliminar desperdícios.

Como consequência, é possível cortar custos operacionais.

Gestão de frotas

A gestão eficiente de frotas desempenha um papel crucial na redução de custos logísticos.

Ao adotar práticas como a manutenção programada, alocação eficiente de veículos e gestão de combustível, as empresas podem:

  • maximizar a utilização de seus ativos;
  • reduzir custos operacionais;
  • melhorar a eficiência geral.

Roteirização das entregas

A roteirização das entregas é uma técnica vital para otimizar a distribuição de produtos.

Ao utilizar algoritmos e dados de tráfego em tempo real, as empresas podem:

  • criar rotas mais eficientes;
  • reduzir o tempo de entrega;
  • economizar combustível.

Como consequência, temos a diminuição dos custos logísticos.

Tecnologia na logística

A aplicação de tecnologia na logística é uma abordagem transformadora para redução de custos.

Desde sistemas de gerenciamento de armazéns até a automação de processos, a tecnologia pode:

  • melhorar a eficiência operacional;
  • proporcionar visibilidade em tempo real;
  • contribuir de forma significativa para a redução de custos logísticos.

Monitoramento logístico

O monitoramento logístico em tempo real é essencial para identificar e corrigir problemas de forma imediata.
Ao utilizar sistemas de monitoramento avançados, as empresas podem:

  • rastrear o status das entregas;
  • monitorar condições de armazenamento;
  • tomar medidas proativas para evitar avarias.

Essas ações garantem a eficiência e redução de custos no transporte.

Integração de sistemas

A integração de sistemas é crucial para uma operação logística eficiente. Ao conectar plataformas e sistemas de informação, é possível:

  • otimizar a comunicação entre diferentes setores;
  • reduzir redundâncias de dados;
  • melhorar a precisão;
  • eficiência operacional.
  • Como resultado, fica mais fácil cortar custos logísticos.

Transporte de carga frigorificada

Dada a elevada importância do transporte de carga refrigerada, é fundamental realizar o rastreamento em todas as fases do processo logístico e de transporte.

Isso assegura a estrita observância das orientações e especificações para o manuseio dessas cargas.

Nesse cenário, a integração de tecnologia é essencial para uma gestão abrangente e para proporcionar uma visibilidade logística completa, assegurando a qualidade e eficiência essenciais ao processo.

Para aqueles envolvidos no transporte desse tipo de carga, é crucial adotar certos cuidados, como:

  • Priorizar a visão logística end-to-end para o controle preciso da temperatura da carga;
  • Escolher transportadores qualificados para tornar o processo mais seguro;
  • Utilizar recursos para monitorar a temperatura ao longo de todo o percurso, garantindo a integridade do produto até sua entrega ao cliente;
  • Obter visibilidade gerencial por meio de painéis de controle e dashboards de gestão.

Contratação de frete

Para reduzir custos na contratação de frete é uma matemática possível.

Para isso, é essencial adotar estratégias eficientes que otimizem a gestão logística. O primeiro passo é buscar por transportadoras competitivas e a realização de cotações regulares são práticas essenciais.

Estabelecer parcerias duradouras com transportadoras confiáveis e consolidar volumes de carga para negociações mais vantajosas também são métodos eficientes.

Além disso, a utilização de tecnologia, como plataformas de transporte online e sistemas de gestão logística, pode proporcionar maior visibilidade e eficiência no processo de contratação.

Isso acontece porque essas soluções permitem a comparação de preços e a escolha das opções mais econômicas.

Outra abordagem efetiva para reduzir custos na contratação de frete é a implementação de estratégias inteligentes de roteirização.

O planejamento eficiente das rotas, considerando a otimização do trajeto e a maximização da capacidade de carga, pode resultar em economias significativas.

Tecnologias para redução de custos no transporte

A tecnologia não apenas facilita a comunicação entre transportadores e embarcadores, mas também oferece soluções para aprimorar os processos, resultando na redução dos custos logísticos no transporte.

Um exemplo de tecnologias para redução de custos no transporte é a integração de sistemas, proporcionando uma visibilidade logística abrangente.

Essa integração fornece ao gestor todas as informações necessárias para identificar eventuais obstáculos na operação, permitindo que ele tome decisões assertivas para otimizar os processos.

Além disso, a tecnologia desempenha um papel crucial no acompanhamento em tempo real de todo o transporte, contribuindo para a eliminação de erros que podem acarretar prejuízos aos transportadores. Isso inclui situações como:

  • perda de carga devido a depreciação;
  • transporte em condições inadequadas;
  • incidentes como roubos ou furtos durante a operação.

6 dicas para promover a redução de custo na logística da empresa

Separamos 6 passos para você aplicar na empresa visando a redução de custos na logística. Com eles, você pode aprimorar a produtividade sem comprometer a eficiência:

Invista em tecnologia para automatizar processos

Investir em tecnologia para automatizar processos é fundamental. Ao implementar softwares logísticos modernos e utilizar big data de maneira inteligente, juntamente com informações e indicadores, é possível otimizar a gestão de custos logísticos.

Com a solução adequada, é viável simplificar processos, automatizar etapas e reduzir a necessidade de transferências, acelerar o tratamento de situações excepcionais e diminuir a complexidade operacional.

Tenha visibilidade com indicadores de desempenho

Garanta visibilidade por meio de indicadores de desempenho, com atenção especial aos principais KPIs logísticos. Monitore aspectos como:

  • pedidos completos;
  • índice de avarias;
  • custos com atrasos;
  • armazenagem.

Isso permite uma gestão diária dos custos, identificando onde e quando ocorrem gastos, enquanto uma equipe bem treinada contribui para manter o desempenho e atingir metas preestabelecidas.

Utilize a metodologia ABC

A aplicação da metodologia ABC, um sistema de custos que destaca áreas de concentração de esforços, é valiosa para o setor logístico.

Essa metodologia aprimora o controle dos recursos consumidos, identificando clientes mais rentáveis.

Ao calcular o custo por quilômetro rodado para diferentes tipos de transporte, é possível decidir o modelo ideal para cada situação.

Cross-docking

O cross-docking, associado à previsão de demandas, é uma estratégia eficaz.

Armazenar produtos no próprio centro de distribuição pode ser evitado, agilizando o transporte das mercadorias e reduzindo tanto o tempo de entrega quanto os custos logísticos.

Inovação com tecnologia

A inovação com tecnologia é uma peça-chave na gestão de custos logísticos.

Soluções avançadas de gestão e monitoramento, como o Open SIL, que integra todas as tecnologias de rastreamento do mercado, proporcionam uma visão instantânea de todas as movimentações de carga.

Invista na terceirização logística

Considerar a terceirização logística é uma opção estratégica para otimizar processos a longo prazo.

Além de economizar, a terceirização transforma custos fixos em variáveis, acelera o fluxo de caixa e evita despesas com frota própria, como manutenção de caminhões.

Empresas como a Opentech oferecem soluções integradas de gestão logística em tempo real por meio de uma combinação de pessoas, processos e tecnologias.

Como promover a redução de custo na logística da operação

Para diminuir os custos logísticos e operacionais, é essencial realizar um mapeamento detalhado dos processos em toda a cadeia de suprimentos, identificando deficiências que resultam em gastos desnecessários.

Os dashboards, ao oferecerem uma visão abrangente dos dados gerados nas viagens, representam uma excelente ferramenta para visualizar pontos frágeis nas operações.

Além disso, as decisões empresariais devem ser embasadas em dados concretos, e os dashboards devem incluir controles cruciais, como:

  • a produtividade da equipe de contratação de frete;
  • despesas com frete;
  • custo de mercadoria vendida (CMV);
  • disponibilidade de veículos, tempo de ciclo do pedido;
  • custos operacionais por área;
  • tempo de carregamento na planta;
  • transit time das transportadoras parceiras;
  • gestão de custos relacionados a diárias e estadias;
  • custo de entrega de pedidos;
  • OTIF (on-time in-full) ou taxa de entrega pontual;
  • dados de planejamento e produção;
  • nível de serviços;
  • resultados e metas;
  • fluxo de caixa e rentabilidade, entre outros.

Esses indicadores, entre muitos outros, devem ser monitorados de forma rigorosa para efetivar uma redução de custos na logística.

Portanto, resolver problemas logísticos é facilitado com o respaldo e a orientação proporcionados pelos dados.

principais-formas-de-reduzir-os-custos-logisticos

Indicadores de desempenho logística

Os indicadores de desempenho logístico são métricas utilizadas para avaliar a eficiência e eficácia das operações logísticas de uma empresa.

Esses indicadores proporcionam ideias valiosas para a gestão e ajudam a identificar áreas de melhoria.

Alguns dos principais indicadores de desempenho logístico incluem:

  • entregas no prazo (on-time delivery): mede a capacidade da empresa de entregar produtos no prazo acordado com os clientes;
  • pedidos completos, on time e in full (OTIF): avalia se os pedidos foram entregues completos, no prazo e em conformidade com as especificações;
  • índice de avaria na carga: calcula a porcentagem de produtos danificados durante o transporte;
  • custos logísticos totais: engloba todos os custos associados às operações logísticas, incluindo transporte, armazenamento e manuseio de mercadorias;
  • custo de armazenagem: mede os gastos relacionados à manutenção de estoques em armazéns;
  • tempo de carregamento na planta: avalia o tempo necessário para carregar mercadorias nas instalações de produção ou armazenagem;
  • tempo médio de viagem: indica a duração média das viagens de transporte;
  • tempo médio de carga e descarga: avalia o tempo necessário para carregar e descarregar mercadorias nos locais de destino;
  • custo de entrega dos pedidos: calcula os custos associados à entrega de cada pedido;
  • custo de mercadoria vendida (CMV): representa o custo associado à produção ou aquisição de mercadorias;
  • disponibilidade de veículos: avalia a disponibilidade e utilização eficiente da frota de veículos;
  • tempo de ciclo do pedido: mede o tempo total necessário, desde o recebimento do pedido até a entrega ao cliente;
  • nível de serviço: avalia a capacidade da empresa em atender às demandas dos clientes, considerando fatores como prazos de entrega e qualidade do serviço;
  • resultados e metas: incluem métricas e objetivos específicos estabelecidos para a logística, como metas de redução de custos ou aumento da eficiência;
  • fluxo de caixa e rentabilidade: monitora o impacto financeiro das operações logísticas e a rentabilidade associada a essas atividades.

Esses indicadores oferecem uma visão abrangente do desempenho logístico e auxiliam na tomada de decisões estratégicas para otimizar processos e reduzir custos.

A escolha dos indicadores mais relevantes pode variar de acordo com as metas e características específicas de cada empresa.

Soluções e sistemas da Opentech

A Opentech oferece uma variedade de soluções que podem ajudar o gestor de frota a reduzir custos no transporte. Aqui estão alguns exemplos:

Gestão de risco

Oferecemos soluções de gestão de risco que podem ajudar a evitar perdas devido a danos ou roubo de mercadorias. Isso pode levar a uma significativa redução de custos. Nossas soluções contemplam:

  • cadastro e pesquisa;
  • checklist;
  • rastreamento;
  • PPA;
  • Universidade;
  • Inteligência e investigação.

Gestão de Logística

Oferecemos soluções para ajudar a otimizar rotas e melhorar a eficiência do transporte, levando a uma redução nos custos de combustível e manutenção. Nossas soluções:

Lembre-se: Uma gestão de frota eficiente é uma das melhores maneiras para alcançar a Redução de Custos no Transporte. Com as soluções da Opentech, você pode garantir que sua frota esteja funcionando da maneira mais eficiente e econômica possível. Clique aqui e tire suas dúvidas com nossos especialistas.

To top