|

Imagine uma tecnologia capaz de impulsionar a economia brasileira em volumes que ultrapassem US$ 430 bilhões até 2035. Isso é capaz através da inteligência artificial.

Segundo o estudo “Como a Inteligência Artificial pode acelerar o crescimento da América do Sul”, conduzido pela Accenture, a responsável por essas cifras bilionárias é um dos assuntos mais comentados do momento: a Inteligência Artificial.

Capaz de fazer com que máquinas e dispositivos funcionem de maneira semelhante ao pensamento humano, percebendo variáveis, analisando, dados, tomando decisões e resolvendo problemas de forma lógica e sistemática, com margem reduzida de erros, a Inteligência Artificial ganhou status de protagonista em empresas de diferentes portes e segmentos.

Afinal, sem inovação e tecnologia, há pouco espaço e futuro para quem deseja melhorar a produtividade, a qualidade dos serviços, a agilidade, os resultados e a excelência nos processos.

Mais do que nunca as empresas de transporte e logística estão voltando sua atenção para operações mais inteligentes. Decisões ágeis e assertivas tem sido questão de sobrevivência.

O modo de consumo, e a maneira como nos relacionamos, mudou.

O e-commerce vêm batendo recordes no Brasil e, nesse ritmo, as exigências por entregas mais rápidas e eficientes também.

Para driblar os desafios da movimentação de mercadorias, novidades surgem a cada dia em todo o mundo.

  • Recentemente, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou o iFood a testar no Brasil voos experimentais com aeronaves não tripuladas — os famosos drones — para delivery.
  • A Administração Federal de Aviação (FAA) — órgão responsável por coordenar estratégias de aviação civil nos Estados Unidos — deu certificação para a varejista Amazon usar drones em operações comerciais.
  • Na Austrália, uma subsidiária do Google, chamada Wing, também já recebeu autorização local para efetuar entregas com drones.
  • Ainda em fase de testes, o Walmart em uma cidade da Carolina do Norte (EUA) para realizar entregas de alimentos e produtos essenciais na casa dos consumidores, utiliza drones.

Inovação com inteligência artificial, um diferencial a ser seguido

Para se diferenciar no mercado, com entregas mais ágeis e eficientes, é preciso inovar.

Tecnologias não faltam para quem aposta em gestão logística de qualidade, do início ao fim do processo operacional.

A inovação está em todos os detalhes. O que as empresas precisam ter em mente é que, ser disruptivo faz parte do negócio e leva a melhores resultados.

O que você precisa ter em mente é que as soluções tecnológicas trazem mais eficácia à operação, diminuem os custos logísticos de transporte, tornam os processos mais produtivos e visíveis.

Sua operação melhora junto com os indicadores, os processos se aperfeiçoam, os custos reduzem, as entregas ganham agilidade e qualidade, os clientes ficam mais satisfeitos e felizes, os resultados crescem, sua reputação e credibilidade sobem alguns níveis e todos ganham.

Quer saber o que a Inteligência Artificial tem a ver com tudo isso? Fiquem conosco e confira!

Estratégia de negócios e inovação na logística

Para a consultoria de negócios KPMG, a Inteligência Artificial deve ser considerada prioridade estratégica de negócios e inovação. Conforme a pesquisa “A Changing Perspective”, a inovação permite:

  • desenvolver produtos e serviços inovadores;
  • entregar performance consistente e estável;
  • aprimorar a experiência do consumidor;
  • melhorar os processos;
  • aumentar a eficiência operacional.

Agora responda: qual desses itens não seria interessante para a sua empresa?

A logística de transportes no Brasil é permeada por complexos desafios. Um estudo da Fundação Dom Cabral, revela que no ranking dos maiores custos estão o transporte de produtos acabados, transporte de matéria-prima, distribuição urbana e armazenagem.

Para amenizar os impactos causados pelos altos custos da logística nos negócios, boas doses de Inteligência Artificial têm se mostrado um antídoto eficaz.

Estamos falando de ferramentas aplicáveis ao dia a dia das operações, desde processos administrativos, contratação de fornecedores e transportadores, leilão de fretes, gerenciamento de armazéns, controle de estoques, embarque de mercadorias e monitoramento das viagens até a entrega do produto ao consumidor final, no prazo combinado.

O uso de Inteligência Artificial facilita o gerenciamento de procedimentos de forma sistemática, reduzindo a margem de erros, compilando dados, analisando, históricos e padrões.

Isso tudo trabalhando de forma autônoma, sem a intervenção humana no processo e poupando recursos.

Como alcançar o índice de maturidade logística na sua operação

Logística do futuro e as vantagens da tecnologia de inteligência artificial

Usar a tecnologia a favor do setor de transporte e logística vai muito, mas muito além de questões como a segurança das cargas, por exemplo.

Coibir roubos já não é mais um diferencial.

Empresas eficientes já estão muito além dessa fase quando o assunto é gestão.

Veja como a Inteligência Artificial e a inovação podem transformar a logística do futuro.

Melhoria nas questões administrativas e cotidianas

O dia a dia ganha agilidade e assertividade com o uso de tecnologia.

Imagine contar com soluções voltadas para a contratação de transportadores, leilão de fretes, identificação de melhores fornecedores por histórico, localização de veículos mais próximos do local de coleta e outros parâmetros?

Decisões como essa podem ser automatizadas, reduzindo a margem de erro na contratação, a subjetividade na escolha do fornecedor e otimizando os custos.

Parametrização dos indicadores de desempenho

O uso de algoritmos permite obter dados e diversos indicadores da operação, facilitando a análise, o ajuste das não-conformidades e a tomada de decisões.

É com base nesses dados atualizados em tempo real que é possível fazer um planejamento estratégico mais assertivo e conduzir o time operacional para alcançar os objetivos da empresa.

Redução de tempo e de custos

Tempo é dinheiro e poupá-los pode trazer bons resultados financeiros. Dispor de soluções automatizadas para conduzir processos operacionais torna a operação mais “inteligente” e ágil.

Ferramentas não faltam, com excelentes ganhos em comunicação, qualidade e produtividade.

Qualidade na entrega

A Inteligência Artificial na logística é a prova de que bons processos podem dar ritmo ao negócio.

Ao fazer uma compra, o cliente costuma acompanhar cada etapa do pedido, desde o faturamento, saída do produto do estoque, remessa à central de distribuição, saída de transportadora e etapas da viagem – até a chegada em sua casa.

Esses dados informados em tempo real ao consumidor dão credibilidade à operação e contribuem para o controle. É assim, por meio da logística digital, que as marcas aumentam sua credibilidade e a satisfação junto ao cliente.

Informações através da inteligência artificial

Se a Inteligência Artificial pode ser considerada a capacidade da máquina de “imitar” o raciocínio humano, seja para analisar dados ou tomar decisões, é natural acreditar que sua programação também permite reduzir as chances de erro no cálculo e execução de tarefas.

Graças a essa habilidade artificial para lidar com um volume muito maior de informações e dados, os softwares de gestão oferecem a precisão necessária aos negócios, aliando a capacidade de prever e evitar falhas e prejuízos.

Ganhos em produtividade

Ser mais assertivo (com menos falhas), reduzir custos, automatizar tarefas e tornar os processos mais ágeis elevam o nível de produtividade.

Por sua capacidade de compilar, sistematizar e interpretar dados, a Inteligência Artificial contribui para a padronização de operações de forma escalável, respeitando parâmetros, normas e metas definidas pela empresa.

Gestão eficiente de recursos

Ao produzir mais otimizando os custos, é possível enxugar o orçamento. Com tecnologia, o setor de transportes pode obter uma série de ganhos.

Entre eles estão o planejamento de rotas mais seguras, definição de pontos de parada, acompanhamento do ritmo da viagem, possíveis atrasos e imprevistos, distribuição das entregas nos prazos, controle de diárias, planejamento de embarque e desembarque, melhora nos processos de armazenagem e estoque, etc.

Clientes mais satisfeitos

Se tem uma coisa que toda empresa quer, e precisa, são clientes mais satisfeitos. Sejam embarcadores ou transportadores, aumentar o índice de satisfação de parceiros e consumidores essencial.

Com a incorporação de ferramentas de logística modernas e inovadoras, sua empresa passa a prestar um serviço de excelência, com reflexos diretos em todas as áreas internas e externas.

O resultado da inteligência artificial? Já imaginamos qual é

Lembre-se que a Inteligência Artificial é uma realidade, seja nos processos internos administrativos ou em projetos mais ousados, de veículos autônomos e entregas por drones.

Há empresas que oferecem excelentes soluções e tecnologias para facilitar os processos operacionais de sua companhia, garantindo o gerenciamento de riscos adequado à sua operação e a gestão logística perfeita.

Quando John McCarthy começou, em 1956, seus estudos na Universidade de Dartmouth, nos Estados Unidos, para “ensinar” máquinas a assimilar características da inteligência humana, talvez nem imaginasse o que hoje isso representaria.

Seu objetivo era que os equipamentos pudessem utilizar linguagens e resolver problemas.

Desde então, outras universidades e empresas contribuíram para o avanço da Inteligência Artificial.

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) com a criação do primeiro chatbot, Sanford com um programa que interpretava análises químicas, por exemplo.

Seria um desperdício não utilizar tantos recursos a favor do seu negócio, não é mesmo?

Continue acompanhando os nossos conteúdos no blog para entender a fundo como utilizar a tecnologia em favor dos processos logísticos.

To top