|

A tecnologia e logística se integram para desenvolver soluções cada vez mais eficientes para o mercado.

Nesse cenário, podemos constatar também que a tecnologia está transformando a logística. Deixando de lado soluções mais antigas para estabelecer novas alternativas que facilitem os processos.

Além disso, uma boa gestão logística requer um acompanhamento detalhado de todas as etapas. A análise de dados tem sido cada vez mais necessária para esse papel, pois a partir dela a sua equipe pode adotar ações mais eficientes para reduzir custos e aumentar a produtividade logística.

Com isso em mente, confira no conteúdo abaixo algumas das principais tecnologias que já estão sendo aplicadas no meio logístico. Boa leitura!

Qual o impacto da tecnologia nos processos logísticos

O papel da tecnologia nos processos logísticos de transporte é fazer com que a carga seja entregue ao cliente com rapidez e segurança. Além disso, toda a operação deve ser planejada pensando apenas no custo necessário.

Dessa forma, aliar a tecnologia aos processos pode trazer maior eficiência e economia para a transportadora.

Confira abaixo outros impactos da tecnologia nos processos logísticos:

Segurança na operação

Ao contar com um sistema de gestão, você consegue unificar em um só lugar as informações sobre a sua operação. Esses dados são essenciais para a tomada de decisão assertiva na empresa.

Através da tecnologia logística em gestão de riscos, você consegue identificar gargalos e erros. Além disso, também é possível integrar sistemas, resultando em um maior controle sobre toda a operação.

Com softwares especializados em gestão, os dados ficam seguros e livres de riscos de fraude e extravios.

Você também pode aproveitar a eficiência dos sistemas para analisar os dados seguramente, gerando dashboards e relatórios. Essa análise servirá para analisar a performance da operação logística.

Automação de processos na tecnologia e logística

A automação e padronização de processos é um dos principais objetivos de aliar a tecnologia à logística.

Com a padronização, você garante que as informações sejam inseridas no sistema de maneira uniforme. Isso facilita o controle logístico da operação e a comunicação entre os setores.

Além disso, as tarefas passam a ser realizadas de forma automática, estimulando o aumento da produtividade.

Redução de custos

A padronização dos processos junto com a automação auxilia também na redução de custos. Isso porque diminui o ciclo de vida do produto e da cadeia produtiva, utilizando apenas o necessário para garantir a eficiência.

Dessa forma, são eliminados os desperdícios, períodos de ociosidade, além de garantir uma equipe mais produtiva e ágil.

Melhor experiência do cliente

Ao deixar a sua operação mais produtiva e eficiente, você também acaba por oferecer um serviço de qualidade para seus clientes. Isso faz com que a sua empresa se mantenha competitiva no mercado e garanta a preferência e satisfação do cliente.

Como oferecer o acompanhamento em tempo real de toda a cadeia produtiva, por exemplo. Assim, o seu cliente consegue monitorar a entrega por sistemas e acompanhar todas as etapas.

Você também pode disponibilizar canais de atendimento personalizados para entender as dores dos clientes. Dessa forma, sua equipe melhora cada vez mais a qualidade do serviço.

Webinar sobre Logística agregando valor ao produto: o segredo para um diferencial competitivo

Tendências que estão transformando a tecnologia e logística

Separamos as principais tendências de tecnologia na logística que têm ganhado espaço nas empresas do setor. Elas apresentam soluções para melhorar a padronização e automação, além de garantir um maior controle de toda a operação. Confira:

1. IoT – Internet of Things

A sigla, em inglês, significa Internet of Things — ou Internet das Coisas, de forma traduzida. Essa tecnologia se baseia em embarcar sensores e conexões de rede em objetos físicos.

Isso permite que uma série de dados relacionados a logística sejam trabalhados, tais como:

  • rastreamento em tempo real de cada operação de transporte;
  • mapeamento das condições ambientais que cada transportador está passando no momento, por sensores e atuadores embarcados no veículo;
  • envio e recebimento de comandos a longas distâncias, entre vários outros.

2. Investimento em softwares de gestão de logística e gerenciamento de risco

Atualmente, temos à disposição soluções online que corrigem todas as deficiências para garantir segurança na operação.

Na gestão logística, é possível ter o controle ou acompanhamento em tempo real desde a programação de carga  até o cliente final.

Já no gerenciamento de risco, você investe em softwares que trabalham em resultados focados na redução de sinistralidade e na prevenção de perda da carga. Com eles, se têm estatísticas atualizadas de toda a cadeia, indo do embarcador até o destino.

3. Utilização de ferramentas mobile

Atualmente, todos temos acesso a dispositivos móveis, capazes de um alto padrão de processamento.

Com isso, é possível criar aplicativos que permitam a interação entre as centrais e os motoristas. Assim, o mobile acaba gerando informações cada vez mais ágeis para realizar uma boa gestão das rotas de entrega.

4. Big Data com dados da tecnologia e logística

Com o uso de sistemas, é possível receber muitos dados a serem analisados, principalmente se a gestão for integrada com todos os setores da empresa. Portanto, o big data é importante uma vez que define como esses dados serão analisados.

O maior desafio é separar a análise e entender como utilizar essas informações para melhorar os processos na operação.

5. Machine learning e Inteligência artificial

Através do machine learning e da inteligência artificial, sistemas conseguem identificar padrões para automatizar processos. Isso faz com que as tarefas sejam realizadas de forma automática, independente e contínua, gerando resultados precisos.

Esses recursos podem ser utilizados para o planejamento de rotas, calcular a previsão de demanda e tomar decisões importantes na operação logística.

Como alcançar o índice de maturidade logística na sua operação

6.Drones

Os drones já estão sendo utilizados para realização de filmagens e controle de espaços. Mas, a grande esperança do setor logístico, ainda em processo de aprimoramento, é a possibilidade de realizar entregas com drones.

Essa solução irá ajudar a superar obstáculos logísticos do transporte como redução de custos e segurança na operação, por exemplo.

7. Open logistics para tecnologia e logística

Com a lógica de compartilhamento de informações, o open logistics tem se fixado no mercado de transporte. Ele tem o objetivo de se apropriar de tecnologia disruptiva para promover a digitalização de processos logísticos.

No setor de transporte de cargas, isso acontece com a ajuda de colaboradores externos às empresas, como startups, fornecedores, clientes, etc.

É o caso de escolher uma empresa gerenciadora de riscos. A Opentech é líder no mercado com soluções tecnológicas para o acompanhamento em tempo real da operação, garantindo mais segurança, agilidade e eficiência.

Oferecemos suporte e inteligência logística para analisar dados, tomar decisões e melhorar os processos logísticos, aumentando a produtividade e a competitividade da sua empresa no mercado. 

Clique aqui e converse com nossos especialistas para entender como as nossas soluções podem trazer resultados para a sua transportadora.

To top