A adoção de tecnologias é um fator crucial para as empresas que almejam aprimorar seus serviços e se destacar no mercado. Nesse contexto, a introdução da geolocalização na logística simplifica várias facetas da operação.

Esse recurso abrange desde a elaboração de rotas mais eficientes até a entrega de dados referentes ao desempenho das entregas.

Contudo, é comum surgirem dúvidas sobre como funciona a geolocalização, seus benefícios e como implantar esse recurso na organização. Ao longo desta leitura, trazemos para você o que é geolocalização, funcionalidades, vantagens e muito mais. Leia até o final!

O que é geolocalização e como ela funciona

A geolocalização é o processo de determinar a localização geográfica precisa de um dispositivo, pessoa ou objeto, utilizando informações como latitude, longitude e altitude.

Isso é possível por meio da coleta de dados provenientes de satélites, torres de celulares, Wi-Fi, sensores de GPS e outros dispositivos de posicionamento.

Esses dados são processados por algoritmos que utilizam trilateração, uma técnica matemática que envolve a medição das distâncias entre o dispositivo e várias fontes conhecidas de sinal.

A combinação dessas informações permite a identificação da posição exata do objeto em questão, tornando a geolocalização uma ferramenta fundamental em uma variedade de aplicações, o que inclui a gestão de transporte.

Importância da geolocalização para a logística de transporte

A geolocalização desempenha um papel fundamental na logística de transporte, pois permite uma gestão eficiente e em tempo real das operações.

Ao integrar tecnologias de geolocalização nos veículos, as empresas podem:

  • monitorar a localização exata de suas frotas;
  • otimizar rotas;
  • evitar extravio de carga;
  • prever tempos de entrega;
  • minimizar atrasos.

Isso resulta em uma melhoria significativa na eficiência operacional, redução de custos e aumento da satisfação do cliente.

Além disso, a capacidade de rastrear ativos em tempo real proporciona uma visibilidade completa da cadeia de suprimentos, permitindo uma resposta rápida a eventos inesperados, como congestionamentos de tráfego ou desvios de rota.

Nesse cenário, a geolocalização contribui para uma logística mais ágil, flexível e adaptável às demandas dinâmicas do mercado.

Quais são as principais funções logísticas da geolocalização

No contexto da gestão de transportes, a geolocalização desempenha um papel fundamental, a destacar:

Rastreamento de Cargas

A geolocalização desempenha um papel importante na logística, proporcionando o rastreamento preciso de cargas ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Isso permite que as empresas monitorem a localização exata de seus produtos, garantindo visibilidade e controle ao longo de cada etapa do processo logístico.

Monitoramento em tempo real

Ao integrar tecnologias de rastreamento em dispositivos e veículos, as empresas podem acompanhar em tempo real o status e o desempenho de suas operações logísticas.

Dessa forma, é possível identificar eventuais desafios e facilitar respostas imediatas a alterações nas condições operacionais.

Planejamento de rotas eficientes

A geolocalização permite o planejamento estratégico de rotas eficientes, otimizando a distribuição de mercadorias.

A análise geoespacial de dados contribui para a seleção das rotas mais rápidas e econômicas, reduzindo custos de transporte.

principais-formas-de-reduzir-os-custos-logisticos

Benefícios da geolocalização para a logística

A incorporação da geolocalização na logística oferece uma série de benefícios que aprimoram de forma significativa a eficiência das operações.

Para começar, o rastreamento em tempo real proporciona uma visibilidade completa da cadeia de suprimentos, permitindo o monitoramento preciso da localização de cargas e veículos, o que reduz o risco de perdas e aprimora a segurança.

Além disso, a geolocalização contribui para o planejamento de rotas mais eficientes, otimizando o uso de recursos e reduzindo os custos de transporte.

A capacidade de reagir de forma ágil a eventos imprevistos, como congestionamentos de tráfego ou desvios de rota, é aprimorada, garantindo uma resposta ágil a desafios operacionais.

Esses benefícios combinados resultam em uma cadeia logística mais transparente, resiliente e capaz de atender às demandas dinâmicas do mercado, promovendo, assim, uma gestão logística mais eficiente e rentável.

Como implementar a geolocalização na sua operação

A implementação da geolocalização na operação logística envolve a adoção de tecnologias e estratégias específicas para integrar de forma eficiente informações de localização em todo o processo logístico.

Abaixo, estão os passos fundamentais para implementar a geolocalização na operação logística:

Escolha de tecnologias adequadas

Avalie e selecione as tecnologias de geolocalização mais adequadas às necessidades da sua operação. Isso pode incluir sistemas de GPS, sensores de RFID, tecnologias de comunicação sem fio e dispositivos móveis.

Integração de sistemas

Integre os sistemas de geolocalização com os sistemas existentes na cadeia logística, como:

  • sistemas de gestão de armazém (WMS);
  • sistemas de gestão de transporte (TMS);
  • sistemas de monitoramento de frota.

A integração suave permite o fluxo contínuo de informações.

Treinamento e engajamento

Treine a equipe operacional para utilizar as novas tecnologias de geolocalização e destaque os benefícios associados.
Certifique-se de que todos os envolvidos compreendam como as informações de localização serão usadas para melhorar a eficiência operacional.

Instalação de dispositivos

Instale dispositivos de rastreamento e geolocalização nos veículos, conforme apropriado. Certifique-se de que esses dispositivos estejam configurados de forma correta para coletar e transmitir dados de localização.

Desenvolvimento de aplicações personalizadas

Desenvolva ou adquira aplicativos personalizados que possam processar e apresentar informações de geolocalização de maneira eficiente. Isso pode incluir painéis de controle, relatórios e alertas personalizados.

Testes piloto

Realize testes piloto para garantir que a implementação da geolocalização ocorra sem interrupções significativas na operação. Isso permite identificar e corrigir possíveis problemas antes da implementação em larga escala.

Manutenção e atualizações

Implemente uma rotina de manutenção regular para garantir o bom funcionamento contínuo dos dispositivos de geolocalização. Além disso, esteja atento a atualizações de software e hardware para manter as tecnologias alinhadas com as últimas tendências.

Avaliação contínua

Avalie de forma contínua os resultados obtidos com a implementação da geolocalização. Analise métricas como eficiência operacional, redução de custos e satisfação do cliente para fazer ajustes e melhorias conforme necessário.

Ao seguir esses passos, as empresas podem integrar com sucesso a geolocalização em suas operações logísticas, desfrutando dos benefícios associados à melhoria da visibilidade, eficiência e capacidade de resposta.

E para alcançar eficiência logística e redução de custos, conte com a ajuda de uma gerenciadora de riscos como a Opentech. Somos líderes no mercado de gestão logística e gerenciamento de riscos para o transporte de cargas, com soluções aliadas a mais alta tecnologia. Clique aqui e conheça nossas soluções.

To top