A preocupação com a segurança no transporte de carga faz parte da rotina de embarcadores, transportadores e seguradoras.

Os riscos e desafios impostos ao setor logístico brasileiro são muitos e garantir a alta performance das entregas requer uma série de estratégias.

Um país do tamanho do Brasil já é suficientemente desafiador para a movimentação rodoviária de mercadorias e, se não bastassem as grandes distâncias e as más condições das rodovias, há ainda o elevado número de acidentes de trânsito e a ação de quadrilhas especializadas em roubo de cargas.

Mitigar os riscos e prevenir os sinistros deve estar entre as prioridades no transporte de carga, caso contrário, o número de ocorrências e o montante do prejuízo não vão parar de crescer.

Se sua empresa quer aumentar a segurança no transporte de carga e melhorar a eficiência nas operações, esse artigo é para você.

Nele, vamos falar sobre a importância das estratégias de prevenção de sinistros e como garantir que sua carga circule pelas estradas em segurança.

Qual o futuro do gerenciamento de risco no transporte de cargas?

Estatísticas preocupantes para a segurança no transporte de carga

Antes de falar sobre as formas de melhorar a segurança no transporte de cargas, vale lembrar o quanto o cenário no Brasil é preocupante.

Em 2021, só nas rodovias federais, o país registrou mais de 64 mil acidentes, conforme indica o Painel de Consultas Dinâmicas dos Acidentes Rodoviários, elaborado pela Confederação Nacional de Transportes (CNT).

Além disso, uma pesquisa da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) revela crescimento no roubo de cargas em 2021, o primeiro aumento desde 2017.

A soma dos prejuízos é bilionária. O custo anual com acidentes ultrapassa R$ 12 bilhões. Se consideradas as despesas médicas, hospitalares e encargos sociais, a conta sobe para mais de R$ 50 bilhões.

Já os roubos deixaram um prejuízo financeiro de R$ 1,27 bilhão.

Importância da segurança no transporte de carga

Todas as etapas logísticas precisam de atenção e de esforços para a redução de riscos, mas o transporte é o que requer investimentos em maior escala, principalmente na prevenção.

Evitar perdas e roubos aumenta a performance operacional, melhora a competitividade e torna as entregas mais assertivas.

Além disso, é determinante para a preservação de vidas, do meio ambiente e para a certeza de que as mercadorias serão entregues no prazo e sem avarias.

No caso do transporte rodoviário de cargas, investir em segurança é muito mais do que um diferencial.

Pelo contrário, é uma condição essencial para o desenvolvimento e o crescimento dos negócios.

Os investimentos e tecnologias empregadas na segurança do transporte de carga demonstram a responsabilidade social, ambiental e econômica das empresas, o que não apenas garante operações mais efetivas e assertivas como também melhora a imagem e a reputação das empresas.

Como aumentar a segurança no transporte de carga e garantir entregas perfeitas?

Uma das melhores formas de mitigar riscos e ampliar a segurança das operações de transporte de cargas é investir em tecnologia, prevenção e treinamento.

Aliado a isso, estão um bom plano de gerenciamento de riscos e a contratação de seguros para carga e veículos.

Confira as principais estratégias para melhorar a segurança no transporte de carga:

Mapeamento de processos e identificação de vulnerabilidades

Fazer o mapeamento de processos e dos fluxos operacionais é o primeiro passo na gestão de riscos. Desta forma, fica mais fácil identificar as fragilidades e os potenciais problemas da operação.

Ter conhecimento e clareza sobre os desafios de cada etapa do transporte de cargas ajuda na alocação dos recursos necessários para melhorar a performance e mitigar os riscos.

Padronização dos processos de segurança

Feito o diagnóstico das operações, é hora de padronizar os processos e estabelecer as diretrizes e responsabilidades de todos os envolvidos na segurança do transporte de carga.

Comunicar com clareza quais as regras e estratégias que serão adotadas para reduzir a sinistralidade e os prejuízos é parte determinante das ações de melhoria.

Plano de gerenciamento de riscos

Ter um plano de gerenciamento de risco customizado para a operação, com definição de rotas mais seguras e profissionais conscientes da importância de seguir com rigor as diretrizes, eleva a segurança e a eficiência na movimentação de cargas.

Capacitação dos profissionais

Para aumentar a segurança no transporte de carga é necessário ter motoristas bem treinados, que, além de entender a importância da direção defensiva, precisam ter habilidade para identificar situações de risco.

Outra vantagem é que profissionais que recebem treinamento sabem como agir em casos de acidente, assaltos e outros problemas ao longo da viagem, identificando, inclusive, qualquer abordagem suspeita.

Seguro de cargas e veículos

Os seguros ajudam a regulamentar o transporte de cargas e amenizar os prejuízos em casos de sinistros. O objetivo é que a mercadoria chegue ao destino intacta, mas se algum dano, roubo ou acidente ocorrer no percurso, a empresa é ressarcida.

Além disso, é possível ampliar a segurança com a verificação preventiva via checklist, que assegura o cumprimento dos critérios definidos na apólice e as condições do veículo e dos equipamentos de rastreamento.

Manutenção da frota

Os caminhões são o principal ativo das transportadoras e precisam estar com a manutenção em dia para evitar imprevistos.

Quebras e falhas mecânicas não apenas atrasam a viagem ou atrapalham o planejamento das entregas, como podem provocar sérios acidentes.

Seguir um plano de manutenção preventiva reduz custos e prolonga a vida útil dos caminhões, assim como não trafegar com excesso de peso – um dos motivos de acidentes com caminhões de carga.

Rastreamento e monitoramento

Controlar a frota é uma forma de aumentar a segurança no transporte de carga.

Os sistemas de rastreamento e monitoramento ajudam a acompanhar em tempo real o andamento da viagem, as paradas inesperadas, condutas suspeitas e localizar veículos e cargas sinistrados.

Também são ferramentas importantes para encontrar a mercadoria em caso de roubos.

Armazéns e centros de distribuição

Uma etapa anterior ao transporte é o embarque da mercadoria em armazéns e centros de distribuição.

Para expandir sua atuação e agilizar as entregas, muitas transportadoras e operadores logísticos contam com galpões em diferentes regiões.

Só que a escolha desses locais deve sempre privilegiar a segurança. A maioria dos roubos acontece com o caminhão parado, em processos de carga, descarga ou pernoite.

Parceiros experientes

Ampliar a segurança no transporte de carga requer parcerias com gerenciadoras de risco e seguradoras experientes. Elas sabem, melhor do que ninguém, como reduzir a sinistralidade e os prejuízos.

Aliado a essa expertise vem o uso de tecnologias de rastreamento, monitoramento, gestão logística, prevenção a sinistros e plataformas de treinamento, incluindo programas de capacitação a distância para facilitar a rotina dos motoristas.

Como a Opentech pode ajudar na segurança no transporte de carga?

Os problemas e riscos no transporte rodoviário de cargas existem, por isso, fundamental ter planejamento e atitude para reduzir a sinistralidade nas viagens e aumentar a eficiência.

Mas como proteger as mercadorias, os motoristas e a frota?

Com bons programas de prevenção de acidentes que tornem a gestão de risco mais eficiente a partir de treinamentos, serviços de inteligência e definição das melhores rotas.

Um exemplo é o PPA – Programa de Prevenção de Acidentes.

A solução da Opentech está amparada em treinamento dos profissionais com foco na preservação de vidas, mapeamento da rota com classificação de rodovias conforme o grau de risco, controle da operação com histórico de sinistros de cada cliente e planejamento estratégico.

Quer reduzir em 96% o número de acidentes, 95% a ocorrência de tombamentos e 80% os prejuízos com o uso de um sistema logístico integrado e o suporte de analistas de prevenção de acidentes e profissionais dedicados à sua operação? Conheça o Programa de Prevenção de Acidentes da Opentech!

To top