Você já mapeou quais são os principais riscos na atividade de movimentação de cargas da sua transportadora?

A movimentação de cargas é uma das principais atividades do mercado brasileiro. E quando se trata do modal mais utilizado para isso, o rodoviário fica em destaque com cerca de 62% da carga brasileira sendo transportada por esse meio.

Diante disso, há uma série de riscos que podem colocar em perigo a segurança da carga e da sua operação. Assim, fica o desafio para as transportadoras de estarem preparadas, adotando medidas para prevenir esses riscos e minimizar os prejuízos.

Portanto, confira no conteúdo a seguir quais são os principais riscos na atividade de movimentação de cargas no transporte rodoviário e saiba como minimizar e reduzir os prejuízos. Acompanhe!

Requisitos de segurança para combater os riscos na atividade de movimentação de cargas

A legislação brasileira que regulamenta a movimentação de cargas define requisitos mínimos de segurança. Esses, buscam evitar acidentes e proteger os trabalhadores envolvidos nas operações.

Algumas das principais normas que estabelecem esses requisitos estão listadas a seguir. Acompanhe!

NR 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais

A NR 11 estabelece os requisitos mínimos de segurança para as atividades de transporte, movimentação, manuseio e armazenagem de materiais. Isso inclui também a utilização de equipamentos de transporte, como empilhadeiras e guindastes.

NR 12 – Máquinas e Equipamentos

A NR 12 estabelece os requisitos mínimos de segurança para máquinas e equipamentos, incluindo a proteção contra riscos mecânicos, elétricos e outros.

NR 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

A NR 18 estabelece os requisitos mínimos de segurança para as atividades realizadas na indústria da construção, incluindo a movimentação de materiais em canteiros de obras.

NR 34 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval

A NR 34 estabelece os requisitos mínimos de segurança para as atividades realizadas na indústria da construção e reparação naval, incluindo a movimentação de cargas em navios e plataformas.

Principais riscos na atividade de movimentação de cargas

A atividade de movimentação de cargas apresenta diversos riscos, tanto para os trabalhadores envolvidos, como para a segurança das mercadorias transportadas e para outras pessoas que compartilham as vias públicas.

Alguns dos principais riscos na atividade de movimentação de cargas estão listados a seguir. Acompanhe!

Riscos nas estradas

As estradas em más condições podem apresentar diversos perigos que aumentam o risco de acidentes envolvendo veículos que transportam cargas. Vale lembrar que uma roteirização eficiente pode ajudar a minimizar esses riscos.

Peso acima do limite

O excesso de peso da carga pode sobrecarregar o veículo e aumentar o risco de acidentes, além de comprometer a estabilidade e a segurança da carga transportada, podendo também ficar retido em postos de fiscalização ou balanças.

Profissionais sem treinamento que geram riscos na atividade de movimentação de cargas

Os trabalhadores sem capacitação para a movimentação de cargas podem desconhecer as técnicas e procedimentos adequados para a realização das atividades. Isso aumenta o risco de acidentes, além de aumentar as chances de possíveis prejuízos com a carga.

Webinar: Prevenção de Acidentes: treinamentos e capacitação na prática - Opentech

Acesso restrito a carga e descarga

Locais com acesso restrito podem dificultar a movimentação de cargas, aumentando o risco de danos à mercadoria e aos equipamentos utilizados na operação.

Equipamentos de manuseio

Equipamentos desgastados, desatualizados ou inadequados para a movimentação de cargas podem apresentar riscos para os trabalhadores envolvidos e comprometer a segurança da operação.

Acondicionamento de carga

Cargas mal acondicionadas, com embalagens inadequadas ou mal fixadas, podem se soltar durante o transporte, aumentando o risco de acidentes e danos aos bens transportados.

Negligência, imperícia, imprudência que geram riscos na atividade de movimentação de cargas

Comportamentos inadequados dos motoristas, como excesso de velocidade, distrações ao volante e desrespeito às normas de trânsito também aumentam os riscos na atividade de movimentação de cargas.

Veículos sem manutenção

Veículos desgastados, com problemas mecânicos ou elétricos, podem apresentar riscos para os trabalhadores envolvidos na operação.

Roubos e furtos de carga

Cargas de alto valor podem ser alvos de roubos e furtos, aumentando o risco para os trabalhadores envolvidos e para a segurança dos bens transportados.

33 dicas para evitar roubo de carga

Como uma gerenciadora pode minimizar ou zerar os riscos na atividade de movimentação de cargas

Uma gerenciadora de riscos pode oferecer diversas soluções para minimizar ou até zerar as ocorrências de riscos na movimentação de cargas. Separamos as principais para você a seguir. Confira!

Rastreamento em tempo real para reduzir os riscos na atividade de movimentação de cargas

A utilização de tecnologias de rastreamento em tempo real permite acompanhar a localização dos veículos da frota.

Essa solução possibilita identificar e agir rapidamente em caso de desvios de rotas, paradas não autorizadas e outros eventos que apresentam riscos na movimentação de cargas.

Treinamento de motoristas

O treinamento adequado dos motoristas é fundamental para garantir a segurança na operação da frota.

Isso envolve desde a capacitação técnica para o uso dos veículos e equipamentos de movimentação de cargas, até a conscientização sobre os riscos envolvidos na atividade, e a importância do cumprimento das normas de trânsito.

Manutenção preventiva contra os riscos na atividade de movimentação de cargas

A realização periódica de manutenções preventivas nos veículos da frota é essencial para identificar e corrigir problemas mecânicos e elétricos antes que eles se tornem mais graves e coloquem em risco a segurança dos trabalhadores e das mercadorias transportadas.

Controle de jornada de trabalho

O controle da jornada de trabalho dos motoristas é importante para evitar a fadiga e garantir que os trabalhadores estejam em condições adequadas para realizar as atividades.

Análise de dados e indicadores

A análise dos dados gerados pela operação da frota permite identificar padrões e tendências que possam indicar possíveis riscos e oportunidades de melhoria na gestão de riscos e logística.

Com essas medidas, a gerenciadora de riscos contribui com soluções tecnológicas que oferecem uma visão 360º de toda a operação, assim como dashboards inteligentes que facilitam a análise dos dados e a tomada de decisões mais assertivas.

Conheça mais formas de enfrentar os riscos na atividade de movimentação de cargas

Quer entender melhor como uma gerenciadora de riscos pode ajudar a sua empresa a diminuir os prejuízos no transporte de cargas? Conte com a Opentech.

Nossas soluções de gerenciamento de riscos e inteligência logística oferecem aos nossos clientes, mais eficiência, segurança e qualidade em suas operações. Clique aqui e converse com nossos especialistas.

To top