|

Com o avanço da Indústria 4.0, é fundamental que o setor logístico e de transporte organize seus processos e melhore a qualidade do serviço nos sistemas para a logística.

A falta de gerenciamento coloca qualquer operação em risco.

A princípio, para atingir esse resultado é necessário investir em sistemas para a logística 4.0, que otimizem a operação por sistemas de gestão de frotas, roteirização, monitoramento de cargas e de gestão logística.

Contudo, é preciso ampliar a visibilidade do início ao fim da jornada, reduzindo custos e perdas e, ter acesso a dados precisos que permitam a análise assertiva para a tomada de decisões.

Nesse caso, possuir sistemas para logística integrada, torna-se um pré-requisito, por, informações e dados centralizados disponibilizados de forma clara, objetiva e em tempo real.

É possível manter os processos logísticos mais alinhados as demandas de mercado.

Se você quiser entender melhor a importância de otimizar processos, a partir da integração de tecnologias e saber mais sobre cada um dos sistemas para a logística 4.0, confira as informações que reunimos nesse artigo.

Otimizar processos: o primeiro passo para a eficiência logística

Ter processos logísticos otimizados é essencial para atender às exigências dos clientes. Investir em um sistema integrado focado na gestão, sua empresa terá diferenciais que a colocarão à frente da concorrência.

Vantagens da otimização dos processos e de uma gestão logística focada em resultados:

  1. prazos de entrega mais rápidos;
  2. acesso a informações em tempo real sobre a localização das cargas;
  3. controle de possíveis atrasos;
  4. avaliação da produtividade da frota;
  5. monitoramento do transit time, ou seja, acompanhamento do trajeto desde a saída do estoque até o destino;
  6. assertividade nos processos;
  7. eficiência da frota e melhoria na gestão dos veículos disponíveis;
  8. visão ampla da operação e da cadeia logística.

Aderir sistemas para logística beneficia todos os envolvidos na cadeia de transporte, bons resultados operacionais, construção de uma imagem positiva atribuído a uma boa reputação, destaque entre a concorrência e, naturalmente, aumento dos lucros.

Para quem deseja conquistar esse nível de excelência, a tecnologia é uma grande aliada.

Atualmente, as empresas já contam com recursos modernos e soluções avançadas para facilitar o sistema de controle logístico.

Veremos a seguir, uma série de sistemas de soluções à disposição para a gestão logística.

Sistema de gestão de frotas

Selecionar inteligentemente a frota — seja própria ou terceirizada — é o ponto de partida para quem precisa movimentar mercadorias.

Para controlar aspectos como, veículos disponíveis, prazo das manutenções preventivas, caminhões indisponíveis, escalas de motoristas, informações sobre abastecimento e gastos com combustível, bem como gerar relatórios sobre a frota, saiba que existem sistemas específicos capazes de agrupar todos esses dados.

Lembre-se de contar com ferramentas capazes de fazer a programação de cargas, com inteligência voltada ao processo de seleção e contratação de fornecedores de transporte, para quem não tem frota própria, otimizar o tempo gasto com esse processo é um ganho importante.

Existem soluções atuais que fazem o leilão de fretes e conectam as cargas ao motorista ou transportador mais próximo, com base em um Cadastro de motoristas prévio, que exige o controle rigoroso das informações profissionais relacionados aos prestadores de serviço.

Sistema de roteirização

Conhecer os recursos disponíveis para o transporte é fundamental, assim como, ter um eficiente sistema de roteirização, sendo possível definir e otimizar as rotas, garantindo a escolha dos trajetos mais seguros e com o melhor custo-benefício.

Com essas informações acessíveis e o planejamento da viagem definido, os ganhos são percebidos na segurança, agilidade e nos prazos de entrega e, consequentemente, na qualidade dos serviços e nos indicadores de satisfação do cliente. O sistema de roteirização auxilia em outros aspectos, como:

  • pagamentos e despesas como combustível e transportes;
  • tempo estimado da viagem;
  • aprimoramento da frota, conforme o tipo e volume das cargas transportadas;
  • rotas mais seguras e rápidas;
  • definição dos locais de parada e pernoites;
  • cálculos de trajetos e prazos de entrega.

Se sua empresa não renuncia à agilidade, segurança e redução de custos, precisa considerar esses itens no planejamento da viagem e investir em um eficaz sistema de monitoramento de cargas.

Sistema de monitoramento de cargas

Indispensável para o controle do transporte de mercadorias, desde a saída do armazém até o destino, o sistema de monitoramento de cargas é útil para embarcadores, transportadoras e operadores logísticos.

Além de controlar o fluxo e a movimentação da carga, o sistema permite a comunicação entre a central e a equipe em trânsito, garantindo a informação sobre o status do transporte e qualquer desvio aparente.

Ao passo que, quando um alerta é emitido, a central de monitoramento atua de forma imediata. Então, se torna possível rever a estratégia e tomar medidas para corrigir as condutas — evitando atraso, por exemplo — ou intervir em caso de sinistros como acidentes e roubos.

Em situações como essa, a central aciona equipes de inteligência e pronta-resposta, que atuam rapidamente na solução do problema.

Para que o sistema de monitoramento de cargas seja eficaz, a conectividade e o uso de inteligência artificial são essenciais, ajudando a:

  • alerta de possíveis sinistros e situação da operação para o cliente;
  • movimentação da mercadoria e mapeamento de possíveis ofensores da operação;
  • ampliar as medidas preventivas e aumentar os níveis de segurança;

Quando contratar uma gerenciadora de riscos e um sistema de monitoramento de cargas, considere todos os pontos apresentados.

Sistemas para a logística 4.0

Um bom sistema de gestão logística é aquele que integra diversos sistemas com um mesmo objetivo: mais produtividade, excelência e resultados satisfatórios.

A conexão entre as plataformas de gestão e as ferramentas operacionais carregam resultados acima da média, enquanto facilita a missão de quem precisa tomar decisões estratégicas.

Não são apenas sistemas de monitoramento de cargas, roteirização e gestão de frotas que vão aproximar sua operação da chamada Logística 4.0, é válido apostar na interface com outras plataformas operacionais, como o TMS e WMS, por exemplo.

Dessa forma, o acesso às informações é centralizado, facilitando as análises e decisões estratégicas.

O controle sistêmico dos processos logísticos agrega valor ao negócio, por aumentar o controle de qualidade, a pontualidade das entregas e a assertividade operacional.

Afinal, a melhoria contínua de performance aumenta a lucratividade. O que a integração dos sistemas pode oferecer?

  • Melhora a seleção dos fornecedores de transporte ou gestão da frota;
  • on-time de entregas com excelência;
  • gerenciamento das viagens;
  • visibilidade e qualidade de informação;
  • automatização dos processos logísticos;
  • acesso a informações gerenciais que facilitam a tomada de decisões estratégicas;
  • gestão a vista, com dashboards customizáveis;

Aposte nessa estratégia de negócios para aprimorar o seu planejamento, melhorar sua operação e alavancar seus resultados.

Aprimore seus sistemas para a logística 4.0

O setor logístico exerce um papel estratégico e imprescindível para a economia do país e avança rapidamente, graças a tecnologia disponível.

Se sua empresa está alinhada com a produtividade e quer potencializar os resultados, ter acesso às informações, mediante a um moderno sistema de gestão de frotas, priorize os quatro aspectos citados neste artigo.

Para saber mais sobre como otimizar o processo logístico em sua empresa, leia o artigo Open SIL: principais benefícios de implantar o sistema para logística.

To top