O transbordo de carga desempenha um papel crucial na logística. Ele é necessário quando o peso da carga excede os limites permitidos no veículo, colocando em risco a segurança da operação.

Assim, o transbordo de carga se destaca como uma solução estratégica e prática para empresas de distribuição e logística lidarem com essa questão.

No entanto, essa operação envolve alguns riscos, que devem ser analisados pela gestão de frotas. Neste conteúdo, trazemos para você os riscos do transbordo de carga para a logística. Acompanhe até o final!

O que é transbordo de carga?

O transbordo de carga é o processo de transferência de mercadorias de um meio de transporte para outro durante o percurso de uma viagem.

De modo geral, ocorre em pontos intermediários, como portos, terminais ferroviários ou centros de distribuição, sendo locais de encontro de diferentes modais de transporte.

Esse procedimento é utilizado para facilitar o transporte contínuo da carga quando não é possível ou eficiente utilizar um único meio de transporte para toda a jornada.

Essa estratégia ainda permite a otimização da logística e a redução de custos, considerando que novas estratégias são adotadas para maior eficiência.

O transbordo de carga também é utilizado com veículos ficam impedidos de prosseguir a viagem em postos de fiscalização, devido o excesso de peso.

Como funciona o transbordo de carga

O transbordo de carga funciona com a coordenação de diferentes modais de transporte, ou entre diferentes veículos do mesmo modo de transporte.

Aqui está uma explicação detalhada de como esse processo geralmente funciona:

Preparação da carga

Antes do transbordo, a carga é preparada para o transporte. Isso pode incluir:

  • embalagem adequada;
  • rotulagem para cada produto;
  • documentação necessária;
  • consolidação de várias remessas em uma única unidade de transporte.

Chegada à instalação de transbordo

A carga chega à instalação de transbordo, que pode ser um porto, terminal ferroviário, aeroporto ou centro de distribuição.

Aqui, ela é descarregada do veículo ou do modal de transporte inicial e aguarda a transferência para o próximo meio de transporte.

Manipulação da carga

A carga é então manipulada, muitas vezes com a ajuda de equipamentos de manuseio, como empilhadeiras, guindastes ou esteiras transportadoras.

Durante esse processo, é importante garantir a segurança da carga e evitar danos durante o transbordo.

Transferência para o próximo meio de transporte

Após a manipulação da carga, ela é transferida para o próximo meio de transporte.

Isso pode envolver o carregamento em contêineres, os vagões ferroviários e caminhões ou aeronaves, dependendo da rota e dos modais envolvidos.

Segurança e documentação

Durante todo o processo de transbordo, é essencial garantir a segurança da carga e a precisão da documentação. Isso pode envolver:

  • verificação da integridade da carga;
  • conformidade com os regulamentos de transporte;
  • atualização da documentação de remessa, como faturas e registros de embarque.

Partida para o próximo destino

Após a conclusão do transbordo, o próximo meio de transporte parte em direção ao destino final da carga.

Esse processo continua até que a carga chegue no destino final e seja descarregada para entrega aos destinatários.

Principais riscos de trafegar com excesso de peso

As resoluções 210 e 211 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) estabelecem as diretrizes para definir os limites de peso e as dimensões permitidas para os caminhões.

Trafegar com excesso de carga pode acarretar diversos riscos significativos. Acompanhe!

Penalidades e multas

Governos estabelecem limites de peso para veículos devido a preocupações com a segurança das estradas e rodovias.

A excedência desses limites pode resultar em multas substanciais e penalidades legais, afetando negativamente as finanças da empresa e a reputação nas operações.

Riscos de acidente no trânsito

Veículos com excesso de peso têm maior probabilidade de sofrer falhas mecânicas, como problemas nos freios e suspensão, aumentando o risco de acidentes.

Além disso, o excesso de peso pode afetar a estabilidade do veículo e a capacidade do motorista de controlá-lo, especialmente em situações de emergência.

Confira também nosso material completo sobre a relevância de um PGR no transporte de cargas e ainda descubra como uma gerenciadora especializada pode auxiliar na sua operação.

Avarias e perdas na carga

O transporte de carga com excesso de peso pode causar danos aos produtos devido à sobrecarga nos veículos e à inadequação das embalagens para suportar o peso extra.

Isso pode resultar em perdas financeiras devido a produtos danificados, além de afetar a reputação da empresa de transporte.

Como calcular de forma correta o limite de peso do caminhão

Para evitar trafegar com o veículo com excesso de peso, é importante entender como calcular de forma correta o limite de carga. Confira a seguir.

Consulte as regulamentações locais

Verifique as leis e regulamentos do local onde o caminhão será operado. Cada país, estado ou região pode ter diferentes limites de peso para veículos comerciais, incluindo limites de peso bruto do veículo (PBT) e limites de peso por eixo.

Identifique a capacidade de carga do caminhão

Verifique o manual do proprietário ou consulte o fabricante para determinar a capacidade de carga do caminhão.

Isso inclui o peso máximo que o veículo pode transportar com segurança, incluindo carga, passageiros e quaisquer acessórios ou equipamentos adicionais.

Calcule o peso da carga

Some o peso de todos os itens que serão transportados no caminhão, incluindo a carga, embalagens, paletes e quaisquer outros materiais.

É importante garantir uma distribuição adequada do peso dentro do veículo para evitar sobrecarregar um eixo específico.

Considere o peso do veículo vazio

Lembre-se de incluir o peso do próprio veículo (tara) ao calcular o peso total. Isso inclui o peso do chassi, carroceria, motor, tanque de combustível e outros componentes.

Verifique a distribuição do peso

Certifique-se de distribuir a carga de forma equilibrada ao longo do caminhão e dentro dos limites de cada eixo.

Uma distribuição desigual do peso pode resultar em sobrecarga em um ou mais eixos, o que pode causar danos ao veículo e violar regulamentações.

Respeite os limites legais

Certifique-se de que o peso total do veículo, incluindo carga e veículo vazio, não exceda os limites estabelecidos pelas regulamentações locais. Isso é crucial para garantir a segurança nas estradas e evitar multas e penalidades.

Ao seguir esses passos e respeitar os limites legais, os operadores de caminhão podem calcular de maneira correta o limite de peso do veículo. Isso garante uma operação segura e em conformidade com as regulamentações governamentais.

Medidas para evitar o transbordo de carga

Para evitar a necessidade de transbordo de carga, existem várias medidas preventivas que podem ser adotadas:

Seguir a lei de limite de peso

Cumprir de forma rigorosa os limites de peso estabelecidos pelas regulamentações governamentais é essencial.

Isso envolve calcular o peso da carga para garantir que ela não exceda os limites permitidos, evitando problemas legais e riscos para a segurança.

Monitorar e rastrear a carga

Utilizar tecnologias de monitoramento e rastreamento da carga pode ajudar a garantir que ela seja transportada de forma segura e eficiente.

Isso torna possível o acompanhamento em tempo real da localização e condição da carga, ajudando a prevenir incidentes e garantindo sua integridade durante o transporte.

Contratar motoristas confiáveis

Investir na contratação de motoristas experientes, treinados e confiáveis é fundamental.

Motoristas qualificados estarão mais aptos a lidar com situações de transporte de carga de maneira segura e eficiente, reduzindo assim a probabilidade de necessidade de transbordo de carga devido a problemas no percurso.

Para isso você pode utilizar o sistema de Cadastro da Opentech. Além de aproveitar critérios para aumentar a segurança e confiabilidade na operação.

Webinar: Prevenção de Acidentes: treinamentos e capacitação na prática - Opentech

Contar com a parceria de uma gerenciadora de riscos eficiente

As empresas podem se beneficiar da parceria com empresas especializadas em gerenciamento de riscos. Essas podem oferecer:

  • avaliações de risco personalizadas;
  • orientação sobre práticas de segurança;
  • soluções para mitigar os riscos associados ao transporte de carga, contribuindo para evitar a necessidade de transbordo;
  • sistemas com tecnologias exclusivas para mitigar riscos e aumentar a eficiência.

Ao adotar essas medidas preventivas, as empresas podem reduzir de forma significativa a probabilidade de enfrentar situações que exijam o transbordo de carga.

Dessa forma, é possível assegurar uma operação mais eficiente, confiável e em conformidade com as regulamentações.

Entendeu quais os riscos do transbordo de carga? Ao seguir a legislação e contar com uma gerenciadora de riscos eficiente, você aumenta o sucesso da operação da sua frota e ainda garante a satisfação do cliente.

Para isso, conheça melhor as soluções da Opentech e saiba porque somos referência no mercado de gerenciamento de risco e controle logístico para o transporte de cargas.

Contamos com tecnologias exclusivas para fazer a sua empresa diminuir os custos e riscos na logística, aumentar a eficiência e garantir a qualidade na operação. Converse agora com nossos especialistas e entenda como trazer esses benefícios para a sua empresa.

To top