Os sistemas de gestão logística são fundamentais nas organizações que desejam se aperfeiçoar e crescer.

Não é possível otimizar o tempo, reduzir os custos e melhorar os resultados sem o uso de tecnologias integradas e ferramentas modernas para o gerenciamento das atividades e da performance operacional.

A integração dos sistemas de gestão logística automatiza tarefas, facilita o dia a dia, aumenta a visibilidade e facilita o acompanhamento do desempenho, permitindo que a gestão dedique seu tempo e esforços para o planejamento estratégico.

Quem aposta em soluções para o gerenciamento logístico sabe que a diferença nos processos e o avanço na gestão são nítidos. As atividades se tornam mais inteligentes, produtivas e econômicas.

Na cadeia de logística e transportes, os softwares de gestão permitem a automação das rotinas e a aceleração de resultados. Sem isso, fica praticamente impossível obter alta performance nos serviços e a necessária competitividade.

Neste post, vamos mostrar quais são os principais sistemas de gestão logística e suas vantagens. Se sua empresa não abre mão de operações mais modernas e eficientes, aproveite a leitura!

Sistemas de Gestão de Transportes (TMS)

Empresas de transporte de cargas precisam, cada vez mais, ser assertivas no planejamento e na execução das atividades.

O TMS – sigla de Transportation Management System – é uma plataforma tecnológica de logística capaz de otimizar a movimentação de mercadorias.

O software de gerenciamento de transportes permite a ampla visibilidade das operações, reúne informações e documentos e permite que as entregas sejam mais ágeis e assertivas.

O TMS organiza o fluxo na entrada e na saída das cargas, garantindo que a movimentação da carga seja feita com a documentação necessária.

Transportadoras ou empresas que contam com frota própria precisam de um sistema de gestão de transportes para controlar tarefas e informações operacionais.

Funções do TMS

Os sistemas de gestão logística são capazes de elevar o nível da operação no planejamento, execução e otimização das atividades de movimentação de mercadorias.

Com a ferramenta, as empresas conseguem eleger o melhor modelo de envio e a transportadora ideal baseada em custos, eficiência e assertividade das rotas.

No caso de sistemas avançados, o TMS pode incluir correspondência de cargas e ampla comunicação com as transportadoras, aprimorando os serviços de emissão de documentos, cobrança, rastreamento e liquidação de fretes.

O sistema de gestão de transportes também é fundamental em operações logísticas internacionais, que dependem de documentos de importação e exportação.

Por fim, o uso do TMS faz com que a gestão seja facilitada, pois oferece acesso a relatórios de desempenho e acompanhamento de indicadores.

Vantagens do TMS

Os sistemas de gestão de transporte oferecem uma série de benefícios. Confira alguns deles:

  • Acompanhamento da operação;
  • Automatização das tarefas operacionais;
  • Simplificação nas rotinas de movimentação de cargas;
  • Gestão da frota;
  • Auditoria de frete;
  • Agilidade na emissão e organização de documentos;
  • Controle das entregas;
  • Rotas com ganhos em segurança;
  • Mais agilidade e flexibilidade;
  • Aumento da visibilidade dos serviços;
  • Possibilidade de integração com sistemas de rastreamento;
  • Acesso a indicadores de desempenho e subsídios para a tomada de decisões estratégicas;
  • Redução de custos e prazos;
  • Aumento das taxas de conformidade e sucesso da operação;
  • Melhoria no atendimento e maior satisfação dos clientes;
  • Possibilidade de expansão dos negócios com remessas rápidas e no prazo.

Sistemas de Gestão de Armazéns (WMS)

O WMS (Warehouse Management System) faz o gerenciamento dos estoques e armazéns em todas as etapas: encomenda/aquisição, recebimento e expedição.

Esse sistema logístico de gestão facilita o gerenciamento também em centros de distribuição. Seu objetivo é agilizar o controle de inventário, separação dos pedidos, reserva de produtos, otimização do armazenamento etc.

Como resultado, as empresas melhoram significativamente o desempenho na movimentação dos produtos. Com o controle das atividades do armazém é possível obter ganhos no tempo das tarefas e reduzir erros e perdas. A produtividade passa a ser um diferencial.

Funções do WMS

A partir da entrega da mercadoria no armazém, o WMS se torna essencial. Integrado a um ERP, os produtos são registrados no sistema a partir de documentos como pedidos e notas fiscais.

Essas informações facilitam a fase de classificação das mercadorias e armazenamento.

Nas etapas de separação e despacho dos produtos para o cliente, o WMS tem outro papel importante. Ao armazenar e identificar o estoque por lote, validade, tipo etc. fica mais fácil encontrar a mercadoria na hora da separação e expedição.

Naturalmente, a margem de erros, as devoluções e o retrabalho caem de forma considerável.

Vantagens do WMS

Contar com um sistema de gestão de armazéns compensa todo o investimento na implementação do software e integração das atividades. Veja os benefícios:

  • Maior controle de portaria e gestão do estoque;
  • Melhoria no recebimento e conferência das cargas;
  • Facilidade no registro e etiquetagem das mercadorias;
  • Controle aprimorado do inventário de estoque;
  • Emissão da documentação e notas fiscais;
  • Aprimoramento na gestão operacional e no fluxo das informações administrativas;
  • Agilidade na separação, embalagem, carregamento e expedição;
  • Assertividade nos envios, prazos e endereçamento das mercadorias;
  • Menor risco de perdas e prejuízos, ganhos em eficiência e redução de custos;
  • Maior controle de dados (validade, número de lote, tipo de embalagem, etc.);
  • Configuração dos controles conforme as demandas da empresa;
  • Mais precisão em informações sobre disponibilidade de estoque e prazos de entrega;
  • Aumento no nível do serviço e satisfação do cliente;
  • Possibilidade de implantação de serviços como same-day delivery (entregas em 24h) e cross docking (interface entre as docas);
  • Conferência de estoques com leitor de códigos;
  • Geração de relatórios gerenciais;
  • Melhor organização e otimização do espaço físico;
  • Ganhos em agilidade e produtividade.

Sistemas de gestão logística para Tracking de Carga

Graças à tecnologia, as empresas de transporte conseguem aprimorar o tracking de carga – ou rastreamento de pedidos.

A exigência dos clientes em saber, em tempo real, onde está a mercadoria obriga os prestadores de serviço a tornarem essa informação acessível.

Com sistemas de gestão logística e de rastreamento de entregas, é possível fazer um upgrade na prestação dos serviços, já que localizar e acompanhar as entregas é importante para embarcadores, transportadores e clientes.

Para quem faz o envio, o tracking de carga mostra os detalhes da operação, o fluxo das entregas e os eventuais problemas que possam levar a atrasos.

Com base nesses detalhes, é possível adotar medidas corretivas imediatas e reorganizar as janelas de entrega.

No caso dos consumidores, saber onde está a sua compra e quando ela vai chegar é um fator importante.

Mais ainda porque a transportadora consegue acompanhar o status e avisar embarcadores e clientes finais sobre imprevistos que exijam mudanças nos prazos.

O contexto atual do transporte de cargas e o nível de exigência dos consumidos aumentam a necessidade de ter Sistemas de gestão logística, com uma boa visibilidade e tracking dos produtos.

O crescimento do e-commerce é mais um motivo que acelera a necessidade das empresas para obterem sistemas para visibilidade.

Além de proporcionar gestão do nível de serviço o tracking possibilita estudar a malha de transporte e tomar decisões mais assertivas para eficiência e redução de custo.

Vantagens do tracking de cargas

Com tantos desafios impostos às empresas de transporte de cargas, o tracking das entregas é uma necessidade para melhorar a gestão logística. Entre os ganhos estão:

  • Fortalecimento da segurança e controle das entregas;
  • Maior confiabilidade a respeito de prazos;
  • Mais satisfação e fidelização dos clientes;
  • Consultas sobre o status dos pedidos e entregas em tempo real;
  • Agilidade na comunicação remota e redução dos contatos telefônicos;
  • Melhoria no desempenho operacional, administração e controle dos prazos;
  • Identificação de pedidos atrasados e rastreamento das entregas;
  • Checagem do andamento da operação;
  • Monitoramento eficiente por meio de sistemas de GPS;
  • Redução de custos, inclusive nas taxas de seguro de cargas;
  • Otimização dos processos e entregas mais eficientes;
  • Manutenção da competitividade;
  • Mais segurança na movimentação de cargas e prevenção a sinistros;
  • Monitoramento e conferência do trajeto realizado pelo motorista;
  • Automatização de tarefas e do envio de informações sobre a carga;
  • Menor necessidade de intervenção humana em atividades rotineiras;
  • Alinhamento de expectativas entre todos os stakeholders, reduzindo frustrações a respeito dos prazos de entrega;
  • Mais transparência na comunicação e aumento da credibilidade;
  • Controle sobre as falhas do processo para adoção de medidas corretivas;
  • Possibilidade de melhoria contínua e aprimoramento das relações com o mercado;
  • Subsídios para a tomada assertiva de decisões;
  • Upgrade na qualidade das entregas, atuação dos motoristas e cumprimento do percurso.

Roteirizador

O “boom” do e-commerce no Brasil aumentou o volume de entregas fracionadas e a necessidade de melhor organização do setor logístico e de transporte.

Impulsionadas por essa demanda, as transportadoras precisaram incrementar seus sistemas de movimentação e distribuição, já que a estratégia de utilização de rotas de entregas fixas é ineficiente e ultrapassada.

Um roteirizador de entregas é uma inteligência capaz de analisar a demanda do momento e através de algoritmos calcular a melhor composição e sequência de entregas de cada carga, itinerários, horários estimados e conta frete para auxílio na tomada de decisão.

Para garantir entregas eficientes, ágeis e com valores de frete reduzidos em meio ao trânsito intenso das grandes cidades e aos altos riscos de acidentes e roubos nas estradas, contar com sistemas de gestão logística e de roteirização se tornou uma obrigatoriedade.

Com eles é possível elaborar um plano estratégico das entregas, com mapeamento das melhores rotas, cálculo das distâncias, trajetos mais seguros e rápidos, ordenamento das entregas e controle dos custos.

Soluções como o roteirizador avançado Fusion DMS, atuam a partir das entregas e coletas liberadas no ERP, fazendo o cálculo da melhor distribuição entre os veículos, levando em consideração o local de entrega, cubagem, peso, janelas de atendimento, restrições e prioridades.

O sistema monta várias cargas de forma simultânea e organiza em sequência as entregas e faz cálculo de trajetos e horários de entregas.

Ou seja, ficou mais fácil conciliar variáveis como tempo e distância entre dois pontos, tornando as entregas fracionadas mais eficientes e baratas.

Vantagens do roteirizador de entregas

Os softwares de roteirização reúnem diferentes ferramentas para identificar as melhores rotas, otimizando as entregas de acordo com as necessidades de cada empresa. A lista de vantagens inclui:

  • Mais assertividade na organização e definição de rotas, carregamento de cargas e distribuição;
  • Melhor controle sobre a sequência de entregas;
  • Alocação de recursos para aprimorar as condições da viagem e a eficiência das entregas;
  • Controles e checagem de tempo nas paradas para descanso, abastecimento e descarga, consumo de combustível e despesas de viagem;
  • Reconhecimento dos percursos mais curtos e seguros;
  • Identificação de postos de pedágio;
  • Ajustes nas entregas de acordo com as exigências dos clientes e restrições de horário, etc;
  • Acesso a informações sobre trajetos, históricos de sinistros e vulnerabilidades;
  • Melhor aproveitamento da mão de obra e da frota;
  • Visualização dos fluxos de remessa;
  • Aumento da eficiência e agilidade nas entregas, com redução de custos;
  • Possibilidade de ajustes nos valores do serviço de entrega, aumentando a competitividade;
  • Aumento da satisfação do cliente e fidelização;
  • Geração de dados operacionais que permitem ajustes no tempo de viagem, custos e prazos de entrega;
  • Melhoria na segurança e identificação da situação das estradas e fatores geográficos;
  • Ampliação da capacidade e assertividade gerencial, com programação de rotas mais inteligentes.

Consolidação de carga nos sistemas de gestão logística

Entregas fracionadas, se não forem bem planejadas, podem ser onerosas.

Veículos ociosos e com menos carga do que sua capacidade tornam o frete mais caro e as viagens, pouco otimizadas.

Por isso, investir em sistemas que ajudem na consolidação da carga é a melhor estratégia, pois alocam mercadorias pequenas para formar um volume maior e, assim, agilizam o armazenamento e o transporte.

A consolidação da carga não é útil apenas para ocupar bem o espaço nos caminhões.

O sistema pode ser utilizado durante a coleta e armazenagem também.

Ou ainda quando empresas se unem para usar o mesmo espaço em um armazém, por exemplo.

É desta forma que essa solução reduz os custos de armazenagem e transporte e agiliza as atividades, economizando tempo na separação e carregamento dos pedidos.

Afinal, unir diferentes cargas em um mesmo caminhão torna o processo logístico mais ágil e as despesas, compartilhadas.

No caso de transporte internacional, é outra vantagem: mercadorias importadas em um mesmo contêiner, por exemplo, otimizam consideravelmente os trâmites e os custos de transporte e armazenagem.

Vantagens da consolidação de cargas

Consolidar cargas poderia, facilmente, ser um sinônimo para otimização e aproveitamento inteligente de recursos. As vantagens de armazenar e transportar várias mercadorias de uma só vez são muitas:

  • Agilidade e economia no processo de transporte e armazenamento;
  • Agrupamento de quantidades pequenas de diferentes itens em uma mesma carga;
  • Melhor aproveitamento dos espaços em armazéns, veículos ou contêineres;
  • Redução das despesas de frete, importação, armazenagem, combustível, mão de obra, etc;
  • Ideal para o agrupamento de pequenas cargas, mas serve também para otimizar a distribuição de grandes volumes;
  • Aprimoramento da gestão logística e dos carregamentos;
  • Facilidade em controlar e verificar as etapas logísticas;
  • Menores chances de erros, já que reduz o número de operações;
  • Agilidade nas entregas com impacto na satisfação e confiança dos clientes;
  • Preços mais competitivos e vantagem frente à concorrência;
  • Redução de horas trabalhadas, número de pessoas envolvidas, menos veículos alocados;
  • Melhor gerenciamento dos gastos com pedágio, combustível etc;
  • Divisão dos custos de espaço e peso da entrega entre diferentes empresas;
  • Menos burocracia, já que o agrupamento de mercadorias reduz o volume de documentos;
  • Mais facilidade no rastreamento e monitoramento das cargas;
  • Praticidade no manuseio das mercadorias com cargas reunidas em lotes.

Sistema de Gestão de Frotas

Ser eficiente na logística e transporte de mercadorias passa pela gestão da frota.

Selecionar fornecedores, controlar pagamentos, gerenciar as manutenções, checar o consumo de combustível e o desempenho da frota requer um sistema de gestão especializado.

Para as transportadoras, é inegável a importância dos veículos. Boa parte do sucesso do negócio e dos lucros depende deles. Garantir o nível de eficiência desse ativo se torna fundamental.

Além das tarefas técnicas relativas à manutenção, um software de gestão de frotas fornece relatórios e informações sobre a performance dos caminhões, a ociosidade, o dimensionamento da operação e as escalas.

A solução é ideal porque centraliza indicadores de desempenho e contribui na tomada de decisões para melhorar os resultados. Um bom sistema de gestão de frotas garante a visibilidade necessária e pode incorporar módulos para diferentes atividades e controles.

Para Emílio Saad Neto, CEO da Fusion S.A. – empresa desenvolvedora do primeiro e mais robusto DMS do Brasil- “A tendência das tecnologias do mercado é ofertar uma gestão ágil e inteligente!

O mercado de logística e distribuição age à base de informações e números reais, então, tecnologias que oferecem em todo o seu escopo de soluções dados e informações fidedignas, planejamento, otimização e acompanhamento em tempo real, garantem o sucesso da operação.”

Existem, por exemplo, módulos de:

  • gestão da manutenção (preventiva e corretiva);
  • gestão de combustível e controle de abastecimentos;
  • gestão dos pneus (acompanhamento da quilometragem, histórico de serviços como recapagem, recauchutagem, controle de rodízios, etc.);
  • monitoramento e telemetria veicular (geolocalização, histórico de parada e movimento, ignição ligada e desligada, excesso de velocidade, cercas virtuais e alarmes);
  • controle da jornada de acordo com a Lei 13.103 (Lei do Motorista);
  • monitoramento da condução e ranking de motoristas por desempenho.

O segredo de um bom controle de frotas é a tecnologia: softwares e rastreadores que permitem fazer o acompanhamento rigoroso dos veículos na oficina ou na estrada.

Sistema de Gestão Empresarial (ERP)

O ERP – ou Enterprise Resource Planning – é um software que permite ao empresário gerenciar todas as áreas da sua empresa de forma integrada e em uma única plataforma.

Já conhecida por companhias de diversos setores, a solução é muito útil também no segmento logístico e de transporte, já que se integra a sistemas como o TMS e WMS.

Entre outras vantagens, o ERP funciona como um centralizador, um agrupador das ferramentas de gestão do negócio.

Isso garante à gestão a definição de estratégias inteligentes e o alinhamento para investimentos de curto e longo prazos.

Com o ERP, o gestor tem os dados organizados e centralizados, acessíveis sempre que necessário, em tempo real.

O sistema pode ser customizado para atender as necessidades de cada empresa através de diferentes módulos.

Entre os básicos estão os que viabilizam os controles financeiros, produção, compras, estoque, comercial, administrativo e emissão de documentos fiscais.

Sistemas de gestão logística‍ – Solução para empresas de todos os portes

O ERP atende as necessidades gerenciais de empresas de pequeno, médio e grande porte.

Além disso, é capaz de potencializar os resultados e contribuir para o crescimento dos negócios.

Em organizações de pequeno porte, o investimento é o primeiro passo para profissionalizar e organizar as atividades e informações.

Naturalmente, surgem ganhos em produtividade e efetividade dos serviços.

Para empresas de médio e grande portes, o ERP auxilia nas estratégias empresariais, integra setores e elimina processos manuais.

À medida que a companhia cresce, o sistema vai sendo incrementado e, com o uso de inteligência artificial, atende demandas mais complexas.

Vantagens do ERP ‍

Com tantas funcionalidades, vale a pena checar os benefícios de um sistema de gestão empresarial. Confira:

  • Integração total das áreas e automatização dos processos.
  • Aumento da produtividade e operacionalização das atividades rotineiras.
  • Facilita a troca de informações entre as áreas e oferece visão geral do negócio.
  • Reduz a margem de erros e o retrabalho.
  • Permite a integração com outros sistemas de gestão.
  • Aumenta a segurança dos dados e a confiabilidade nas informações.
  • Ameniza os riscos e permite a tomada mais assertiva de decisões.
  • Auxilia a gestão financeira e comercial através do histórico de negociações.
  • Contribui para o gerenciamento dos dados de clientes, funcionários, estoques e entregas.
  • Melhora a visualização dos indicadores de desempenho da empresa.
  • Economiza tempo e recursos nos processos burocráticos.
  • Centraliza as informações de toda a empresa, unificando os dados.
  • Disponibiliza as informações de forma organizada, em tempo real.
  • Ajuda na criação de estratégias para o crescimento do negócio.
  • Amplia a segurança da informação.
  • Reduz os custos operacionais e aumenta a lucratividade.

Conte com quem oferece as melhores soluções e sistemas de gestão logística

Agora que você já conheceu melhor os principais sistemas de gestão logística, é só aliar essa tecnologia às soluções de gerenciamento de risco nos transportes e tornar suas operações mais profissionais e altamente eficientes.

A dica é contar com quem é especialista no desenvolvimento e integração de soluções para o setor, como a Opentech. Conheça nossos produtos e faça um orçamento

Para saber mais sobre o assunto, leia também o post Gestão Logística: 9 tendências do futuro para melhores práticas.

To top