A logística farmacêutica é uma das operações mais complexas no transporte de cargas. As atividades são regulamentadas, e devem seguir as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que fiscaliza criteriosamente o deslocamento de medicamentos no país.

Esses materiais precisam de cuidados de armazenamento e transporte, pois, em casos de alterações bruscas de temperatura, por exemplo, o componente da fórmula pode ser alterado, resultando em danos à saúde humana, ou seja, inviabilizando o consumo.

Além disso, tratando-se de uma carga valiosa, estão na mira de ações de roubos e furtos nas rodovias brasileiras, que geram um grande prejuízo para as transportadoras.

Os desafios da logística de medicamentos são amplos, passando pelo monitoramento de carga em tempo real, motoristas qualificados, visibilidade logística da operação, controle de temperatura, entre muitos outros.

Portanto, para ajudar você a compreender quais são esses principais desafios e como gerenciar a logística farmacêutica, de modo a, garantir segurança e eficiência para a sua operação, preparamos este conteúdo. Boa leitura!

Entenda o que é a logística farmacêutica

A logística farmacêutica é o armazenamento e distribuição de princípios ativos, medicamentos e produtos biológicos.

No Brasil, essa movimentação logística representa um grande mercado para os transportadores. Estamos entre os 10 maiores do mundo.

As particularidades para a logística farmacêutica, ficam por conta das condições especiais de armazenagem, planejando garantir a qualidade e o uso adequado e seguro dos produtos.

Saiba quais são as principais etapas da logística farmacêutica

A logística farmacêutica requer condições específicas de armazenamento e transporte.

Todos os processos devem ser realizados, baseando-se nas legislações e, sob o controle da Vigilância Sanitária.

Então, podemos separar a logística farmacêutica em 6 etapas, acompanhe!

Panorama de acidentes e roubos no segmento de fármaco

Gestão de estoque para produtos da logística farmacêutica

A gestão de estoque é primordial, quando se trata da cadeia de suprimentos de uma indústria farmacêutica.

Todos os processos, que envolvem desde o recebimento, separação dos produtos e saída dos medicamentos, devem ser executados de maneira segura, para garantir a integridade das mercadorias, evitando desperdícios.

Neste contexto, uma gestão eficiente de logística farmacêutica assegura um armazenamento, transporte e entrega adequados, mesmo nos períodos de sazonalidade de produtos, quedas ou elevações inesperadas de consumo.

Monitoramento do fluxo da transportadora

As transportadoras possuem papéis fundamentais na cadeia logística de medicamentos e, devem obedecer às normas da Anvisa, destacando a Lei n.º 6360/76 e a Lei n.º 5991/73, as principais regras que regem a aplicação de boas práticas no âmbito da logística farmacêutica.

Todavia, é fundamental que o transportador que prestará serviços para as indústrias farmacêuticas, saiba dessas especificações, sobre o acompanhamento das condições de temperatura, higienização e armazenamento das mercadorias.

Aliás, cabe ressaltar que, com a posse da mercadoria, as responsabilidades das condições da carga passam a ser da transportadora, deve ser feito com a assinatura de um termo. Logo, seguir as regras são requisitos básicos para o sucesso nas atividades da logística farmacêutica.

Sincronização de processos dentro da logística farmacêutica

Para otimizar a operação de transporte de produtos farmacêuticos, é preciso contar com o auxílio da tecnologia, para sincronizar os processos, mitigando o risco de falhas humanas.

Com isso, fica mais fácil gerenciar a saída ou chegada de mercadoria na indústria, distribuidor e ponto de venda, atribuindo mais agilidade e segurança para os processos.

Monitoramento das mercadorias

Monitorar as mercadorias na logística, aplicadas ao setor farmacêutico, é necessário para garantir mais precisão aos processos, evitando sinistro e outras ocorrências que possam colocar em risco a operação de transporte.

É por essa razão que, contar com um sistema de monitoramento da carga é de suma importância, a fim de cumprir prazos e garantir a segurança dos produtos transportados.

Logística integrada

Como a logística farmacêutica envolve indústrias, distribuidores, pontos de vendas e transportadoras, recorrer a processos integrados é importante para otimizar os processos, identificar falhas, reduzir riscos e garantir o prazo e a eficiência da operação.

Com sistemas de logística integrada, sua transportadora terá visibilidade geral de todas as etapas do processo logístico, podendo tomar decisões mais assertivas, contribuindo para o aumento da produtividade.

Estudo da logística

Investindo no estudo da logística, você encontrará soluções para quaisquer tipos de controles, no cotidiano da operação. Nesses estudos, devem incluir as despesas com combustível, gestão do estoque e serviço de entrega.

Reforçando que, com a ajuda da tecnologia, todos os processos podem ser otimizados e automatizados, agilizando a operação da logística farmacêutica.

Principais desafios que a logística farmacêutica enfrenta no seu cotidiano, e como gerenciá-los de forma eficiente

Devido à sua complexidade, a logística farmacêutica apresenta alguns desafios, são eles:

Umidade e temperatura no transporte de remédios e fármacos

Os produtos farmacêuticos precisam de cuidados especiais durante o transporte, pois, qualquer variação de temperatura pode comprometer a eficácia do produto, inviabilizando a sua utilização.

Como o exemplo do transporte de vacinas, que aumentaram após o período da pandemia.

Supondo que, um motorista faz uma pausa e se esqueça de manter ligado o gerador, que garante a temperatura ideal da carga, todo o lote de medicamentos é desperdiçado e, no caso de vacinas, vidas podem deixar de serem salvas.

Por isso, é preciso contar com um eficiente controle de temperatura dos veículos, assim como, com profissionais especializados, para garantir que as propriedades originais dos fármacos não sejam afetadas durante o transporte.

Gerenciamento de risco no transporte de medicamentos

O gerenciamento de risco na logística farmacêutica precisa de um monitoramento constante das atividades, principalmente em trânsito. Com isso, vemos a importância de investir amplamente em rastreabilidade e controle de inventário.

Pode-se utilizar ferramentas capazes de identificar, rapidamente, lotes e validades, que ajudam na identificação de possíveis irregularidades, relacionados aos produtos transportados.

Roubo de carga de medicamentos

Os remédios e fármacos, em geral, somam valores altos de transações. Por isso, é preciso estar atento à segurança da carga para evitar roubos.

Dessa forma, você poderá contar com o serviço de uma gerenciadora de riscos, que monitora a carga 24 horas.

Então, se houver alguma ocorrência, será possível agir de forma rápida e evitar maiores prejuízos para a sua empresa.

Normas na logística farmacêutica

Procedimentos que envolvem produção, armazenagem e transporte de medicamentos no Brasil são normatizados, assim sendo, é preciso estar atento às regras.

Além das diretrizes, n.º 6360/76 e n.º 5991/73, o transportador ainda precisa estar atento às RDCs 304/19 e 430/20, responsáveis por normatizar regras, relacionadas ao manuseio, utilização, transporte e armazenagem de medicamentos, bem como, suas respectivas documentações.

Logística reversa na indústria farmacêutica

Ainda não há uma regulamentação relacionada à logística reversa de medicamentos no Brasil, o que poderá mudar nos próximos anos, devido ao aumento do consumo, e a necessidade de um destino adequado para os medicamentos devolvidos.

Por norma, as devoluções acontecem nas farmácias, responsáveis por despachar os produtos recusados para os fabricantes, visando o descarte correto, que geralmente é a incineração.

O desafio da logística reversa na logística farmacêutica é a captação dos produtos, de modo a evitar a contaminação de ambientes e dos próprios profissionais envolvidos.

Viu como é possível investir na logística farmacêutica, mesmo com todos os desafios?

Além de seguir a legislação, é preciso contar com um sistema de gestão logística, para otimizar toda a operação, desde o embarque da mercadoria até o seu destino!

Se quiser levar mais eficiência para as suas operações, e superar os desafios do transporte de medicamentos, conte com a ajuda da Opentech.

Nós temos experiência no gerenciamento de riscos e visibilidade logística para o setor de fármaco.

Oferecemos soluções de alta tecnologia para garantir a eficiência, qualidade e segurança da operação. 

Clique aqui e converse com nossos especialistas!

To top