Entre os meses de outubro e dezembro, os índices de roubo de cargas e de acidentes nas estradas aumentam, devido à grande movimentação de mercadorias nas datas comemorativas.

Três datas comerciais importantes contribuem para esse resultado expressivo no varejo — Dia das Crianças, Black Friday e Natal.

Como fazer um planejamento logístico eficaz, com gerenciamento de riscos e entregas ágeis para seus clientes durante as datas comemorativas em 2020.

Com a elevação das vendas surge a necessidade de planejar, adquirir um gerenciamento de risco com medidas securitárias para prevenir problemas, identificar gargalos na operação de transportes, reduzir os custos, mitigar os prejuízos e garantir que o processo de entrega seja cada vez mais rápido.

A expectativa do comércio brasileiro é positiva para o último trimestre de 2021, o “aquecimento” começa no Dia das Crianças, em outubro, com seu ápice na Black Friday que acontecerá no dia 26 de novembro, terminando no Natal.

A princípio, as projeções indicam um resultado além do previsto, resultando em mais caminhões circulando nas rodovias, visando garantir estoques abastecidos, entregas ágeis e clientes satisfeitos.

Como garantir que as compras sejam entregues no tempo certo, com a qualidade esperada pelos consumidores, ampla visibilidade operacional, total segurança e custos adequados?

Além de mensurar as expectativas de vendas para as datas comerciais mais importantes do ano, abordaremos o tema de setor de transporte e a logística e como se preparar para entregas mais eficientes e seguras.

É o que veremos nesse artigo. Esteja preparado para ter êxito em suas entregas. Confira o que preparamos para você e boa leitura!

Oportunidades e riscos nas grandes datas comemorativas

O último trimestre do ano é cheio de oportunidades (e riscos) para o comércio e o setor de transporte no Brasil, é preciso lidar com alguns obstáculos no caminho.

Há quem espera as datas comemorativas para superar as vendas, em lojas físicas ou e-commerce, é o momento ideal, desde que seja bem planejado, com estoques abastecidos e boas estratégias de marketing e atendimento.

A parte responsável pelas entregas precisa contar com planos eficientes de gerenciamento de risco para garantir o sucesso das operações de transporte.

Existe um grande volume de mercadorias em circulação nas rodovias entre outubro e dezembro e, isso requer um gerenciamento logístico eficaz.

Não somente pelo fato de que, as quadrilhas especializadas em roubos de carga ousarem cada vez mais, como também, os consumidores estão cada vez mais exigentes.

Roubos de cargas no Brasil nas datas comemorativas

Roubo de carga é uma questão preocupante, em datas comemorativas pode piorar.

Globalmente, o Brasil está entre os líderes no ranking de nações mais perigosas para a movimentação de mercadorias, conforme dados do JJC – Joint Cargo Committee (comissão conjunta de cargo) que avaliou as situações de risco.

No entanto, em 2020, conforme o levantamento feito pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), aconteceu mais de 14 mil ocorrências de roubo de cargas no país, representando um total de R$ 1,25 bilhão em prejuízos. A área de segurança apontou esses resultados por meio de uma estimativa de dados de rodovias e áreas urbanas.

A região sudeste detém 81,33% das ocorrências, 35,21% no Rio de Janeiro e 41,80% em São Paulo. Em seguida, aparece a região sul com 8,89%, nordeste 6,66%, centro-oeste 1,91% e norte 1,21%.

O Sudeste teve 11.516 ocorrências, somando 70,93% do prejuízo, ou seja, R$ 887,92 milhões. No Sul, resultou em perdas de R$ 131,33 milhões (10,49%) e o Nordeste, R$ 127,22 milhões (10,16%).

Ainda que façam um trabalho para que esses números diminuam, no Brasil, é preciso mais investimentos das empresas no gerenciamento dos riscos, em novas tecnologias e em processos mais assertivos para mitigar esses prejuízos.

Panorama sobre roubo de cargas na Black Friday e Copa do Mundo

O que o Dia das Crianças, a Black Friday, o Natal e demais datas comemorativas têm em comum?

Elas possuem algumas semelhanças. Além da grande expectativa dos varejistas sobre as vendas, os clientes buscam entregas mais rápidas e com fretes reduzidos – tornando as operações de transporte ainda mais desafiadoras.

Da mesma forma, a grande movimentação de produtos torna esse período mais cogitado para as quadrilhas especializadas em roubo de cargas.

  • Movimentação e aquecimento da economia, pois, as datas são comercialmente mais atrativas;
  • Maior fluxo no transporte de cargas e grande movimentação de mercadorias nas estradas;
  • Volume alto de vendas no e-commerce, as compras online aumentaram desde o início da pandemia;
  • Demanda por entregas rápidas, eficientes e com custos reduzidos;
  • Atenção para a necessidade de gestão de estoques e melhoria no fluxo operacional dos centros de distribuição;
  • Maior incidência de acidentes e roubo de cargas.

Empresas que valorizam a relação com seus clientes priorizam a excelência no atendimento, tanto nos múltiplos canais de venda, como facilitando os meios de pagamento e mantendo a rapidez nas entregas.

Como resultado, para os consumidores, receber entregas rápidas e com frete ao menor custo é um ponto decisivo na hora das compras.

Antecipação para a Black Friday

Para muitos clientes, a agilidade na entrega é mais importante que o preço do frete.

A preparação para a logística reversa – possibilidade de troca rápida dos produtos – é decisivo antes da compra. Uma pesquisa realizada pela Social Mainer revelou que, para 34% dos consumidores, uma boa experiência de compras é um fator-chave para retornarem a loja novamente.

Crescimento do e-commerce

Os dados da Behup (empresa especialista em comportamento humano) apontaram que para 2021, 51% dos entrevistados têm boas expectativas sobre a situação econômica do país no segundo semestre, ou seja, retomada otimista do consumidor.

Dentre eles, 30% afirmaram ter iniciado ou aumentado as compras de produtos online durante a pandemia e 24% têm intenção de manter esse hábito.

No Brasil, o crescimento do comércio eletrônico em 2020 foi de 68% em relação a 2019 de acordo com informações da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com a Neotrust (fonte de dados e inteligência sobre o e-commerce brasileiro).

Em datas comemorativas, o crescimento é mais acentuado.

Uma pesquisa conhecida como Webshoppers, medida através da empresa brasileira responsável por caucular a relevância das lojas virtuais – Ebit Nielson, mostrou que as projeções para 2021 são vendas em torno de R$ 2,4 bilhões para o Dia das Crianças, R$ 4 bilhões na Black Friday e R$ 3,7 bilhões no Natal.

Dia das Crianças

Alta procura nos setores de brinquedos, eletrônicos e vestuário.

O Dia das Crianças em 2020 apresentou resultados negativos, com a pandemia, já em 2021 as possibilidades de vendas para o comércio voltaram a ter expressividade.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, estimou o maior crescimento do mercado varejista nessa data desde 2013, incluindo os setores de vestuário, calçados e brinquedos.

Outra tendência que deve contribuir para as vendas no mercado online é, o cartão presente, a expectativa de crescimento atinge cerca de 251% no e-commerce em 2021 – triplicou em relação a 2020.

Natal, projeções otimistas para os varejistas

O Natal, é uma das datas mais aguardadas do ano e a expectativa é um aumento considerável no comércio de eletroeletrônicos, vestuário, calçados, produtos esportivos e itens de beleza.

Veja como evitar os riscos no transporte de cargas na Black Friday e no Natal

Toda a movimentação em torno das principais datas comerciais do fim de ano, exige atenção dobrada no transporte rodoviário de cargas.

Na mesma proporção que as vendas crescem, a atenção do setor logístico precisa ser intensificada.

É fundamental ter ações que atendam as expectativas dos clientes – mantendo a competitividade e garantindo uma alta lucratividade.

Como isso é possível? Com planejamento logístico e gerenciamento de risco, com total atenção as demandas que serão geradas.

Pontos fundamentais para embarcadores e transportadores, principalmente em datas festivas

Entregas assertivas exigem planejamento antes mesmo de entregar a mercadoria, saiba quais são os pontos fortes e fracos a serem analisados:

  • Avalie o desempenho das operações anteriores, em épocas de grande volume das entregas e veja como aperfeiçoar a sua estratégia.
  • Um histórico pode ser utilizado como parâmetro para a tomada de decisões futuras, ajudando a definir o que pode ser melhorado.
  • Faça comparações, aprenda com os erros e consolide os acertos.
  • Você não precisa fazer isso sozinho, contate a empresa especializada em gestão logística, com soluções alinhadas para a sua operação.
  • Nossas torres logísticas, por exemplo, podem integrar as informações e reunir todos os detalhes necessários para o gerenciamento dos seus processos de movimentação de mercadorias.
  • Além de oferecer visibilidade em tempo real, as control towers ajudam no planejamento e no acompanhamento das demandas e, com isso, conseguem parametrizar as informações, fornecendo subsídios importantes para a tomada de decisões.
  • Busque um parceiro, temos soluções e profissionais especializados para tornar suas operações mais eficientes.

Leia aqui sobre a importância das Control Towers na gestão do transporte de cargas.

Gerenciamento de riscos

Conte com uma gerenciadora de risco experiente, habituada a lidar com operações complexas. Se antecipe e reduza a previsibilidade das atividades, planejando cada etapa, desde o embarque até o destino.

Recorra a gerenciadora de risco que oferece serviços especializados para grandes movimentações de mercadoria, experiência em segmentos diversos, processos otimizados, profissionais qualificados, tecnologia de ponta e equipes de inteligência dispostas a atuarem em casos de sinistro.

Se o roubo de cargas e os acidentes nas estradas são um problema no setor de transporte – agravado quando o volume de viagens e entregas aumentam – saiba que é preciso investir em roteirização e monitoramento da frota.

Além dos investimentos em segurança e logística, garantir o cumprimento de prazos e entregas mais assertivas, pode deixar o cliente ainda mais satisfeito.

Roteirização

A roteirização ajuda a definir os pontos de parada mais seguros, os trechos com melhor infraestrutura, vias com interrupção ou congestionamento são identificadas, sendo possível calcular distâncias, tempo e custos das viagens.

Além disso, com o monitoramento da frota, qualquer desvio ou intercorrência durante a jornada é identificada pela Central de Monitoramento, permitindo a intervenção imediata, ampliando a segurança da operação.

Seleção de fornecedores e frete reduzido

A contratação de transportadores é parte essencial do sucesso nas operações em datas comemorativas, como o Dia das Crianças, Black Friday e Natal. Defina critérios para escolher seus fornecedores.

Primeiramente, adote sistemas para reduzir as demandas operacionais de seleção de transportadores e despacho de mercadorias, o tempo dedicado a essa atividade vai diminuir, assim como os custos de transporte.

Ainda assim, o custo de frete pode se tornar um empecilho para as vendas online.

Um levantamento da ComScore evidenciou que 55% dos consumidores abandonam o carrinho antes de concluir a compra porque consideram o valor do frete caro, e 70% dos clientes colocam mais produtos no carrinho para terem direito a frete grátis.

Afinal, se na gestão do transporte e das entregas, a sua empresa conseguir conciliar o custo do frete através da escolha de bons parceiros, certamente irá conseguir fidelizar mais clientes ao oferecer diferenciais na hora das compras, como o frete grátis.

Uso de tecnologia no controle da operação

Há muito espaço para a inovação, nos setores de controle, monitoramento e segurança das operações de transporte. Portanto, considere o uso de novas tecnologias para a gestão logística e o gerenciamento dos riscos de transporte.

Estamos em uma ‘era digital’, usar somente modelos manuais não é o suficiente.

Invista em sistemas automatizados para o monitoramento da frota, programação de cargas, visibilidade operacional, rastreamento das cargas em tempo real, ganhos em produtividade e melhoria nos resultados da empresa.

Visibilidade em todas as etapas nas datas comemorativas

Localização da mercadoria, horário do embarque, tempo de entrega ou possibilidades de atraso, são informações cada vez mais relevantes para todos os envolvidos na cadeia logística.

Com soluções de rastreamento, monitoramento e acompanhamento logístico, a visibilidade operacional acontece em tempo real, possibilitando ao cliente mais confiabilidade e segurança do processo.

Como resultado, os responsáveis pelo processo têm conhecimento de qualquer imprevisto, como possíveis atrasos e a necessidade de reprogramação das entregas, acidentes ou roubos, facilitando a tomada de decisão.

Acha que pode melhorar suas movimentações, principalmente em datas comemorativas? Entre em contato com quem entende do assunto.

Sabemos o quanto é desafiador manter uma gestão logística eficiente em épocas festivas.

Definitivamente, é preciso aplicar inteligência as estratégias que serão adotadas, ao planejamento e ao gerenciamento dos riscos nas operações, pois, terá um grande volume de mercadorias circulando no país nesse final de ano.

Especialista em movimentações complexas para operações de varejo e e-commerce, a Opentech está pronta para ajudar sua empresa a fazer o gerenciamento de riscos, aumentando a segurança no seu transporte de mercadorias.

Por fim, faça das datas comemorativas, um evento bem-sucedido para a sua empresa, não apenas em vendas e faturamento. Agregue valor para a sua marca.

Garanta segurança e eficiência no transporte de cargas nas datas comemorativas

Entregas feitas corretamente são determinantes para a reputação e o futuro do seu negócio.

Se quiser saber mais sobre eficiência e segurança em datas com grande circulação de mercadorias, leia nosso post sobre: como fazer um gerenciamento logístico eficaz?

To top